Notícias http://www.infraestrutura.mg.gov.br Thu, 06 Oct 2022 23:59:57 -0300 Joomla! - Open Source Content Management - Version 2.5.14 pt-br Contatos da Seinfra durante período de teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), em atenção às recomendações do Ministério da Saúde e Secretaria do Trabalho em relação ao Coronavírus (Covid-19) e, em obediência ao Decreto Estadual nº 47.886, de 15 de março de 2020, está trabalhando em Regime Especial de Teletrabalho. Listamos, abaixo, alguns dos serviços prestados pela Seinfra e respectivos contatos durante este período:

Solicitações de imprensa:
imprensa@infraestrutura.mg.gov.br

Doação de vigas metálicas, bueiros e mata-burros: 
marcos.marcio@infraestrutura.mg.gov.br

Dúvidas sobre Planilha Preço Seinfra: 
rogerio.valle@deer.mg.gov.br

Prestação de contas convênios de saída: 
dpc@infraestrutura.mg.gov.br 

Celebração de convênios de saída: 
rafael.morais@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referentes ao Táxi Especial Metropolitano: 
stm.contratos@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à ferrovias e ao Plano Estratégico Ferroviário: 
ferrovias@infraestrutura.mg.gov.br

Solicitações e dúvidas referentes às obras públicas: 
debora.carmo@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referente a Parcerias e Concessões: 
parcerias@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à logística de transportes: 
concessoes@infraestrutura.mg.gov.br

Relações intragovernamentais: 
viviane.santos@infraestrutura.mg.gov.br 

Solicitações referentes ao Transporte Coletivo Intermunicipal e Metropolitano
site: www.deer.mg.gov.br/fale-conosco, e-mail: atendimento@der.mg.gov.br ou aplicativo MGApp / SEI-MG para empresas

]]>
Notícias Wed, 23 Dec 2020 05:04:54 -0200
Recuperação da MGC-497, no Triângulo, entra na fase de conclusão http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3110-recuperacao-da-mgc-497-no-triangulo-entra-na-fase-de-conclusao http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3110-recuperacao-da-mgc-497-no-triangulo-entra-na-fase-de-conclusao

As obras de recuperação funcional da MGC-497, entre o entroncamento da BR-365/452, em Uberlândia, até o entroncamento da BR-153, no município de Prata, na região do Triângulo entraram na fase de finalização.

A obra já atingiu o percentual de 96% de avanço físico e a previsão é que até o final da próxima semana todo pavimento asfáltico estará recapeado.

Atualmente, as equipes do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais estão trabalhando na aplicação da capa asfáltica entre os quilômetros 72 a 75, para posteriormente serem instaladas nova sinalização horizontal e vertical.

As melhorias abrangem um trecho de 77,6 quilômetros de extensão e fazem parte do Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década do Governo de Minas. Os investimentos são da ordem de R$ 42 milhões.

Provias
Reverter a situação precária em que se encontram muitas rodovias mineiras devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores na manutenção das estradas é o principal objetivo do Provias.

O programa contará com R$ 2 bilhões em investimentos, que serão aplicados em 100 intervenções em rodovias de Norte a Sul do estado.

Dos recursos destinados ao Provias, R$ 1,4 bilhão é originado do Acordo Judicial assinado com o objetivo de reparar danos decorrentes do rompimento das barragens da Vale S.A, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o estado de Minas Gerais.

Além disso, cerca de R$ 120 milhões têm origem no Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova. O restante é fruto convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Thu, 06 Oct 2022 11:15:27 -0300
DER-MG homologa licitação para conclusão das obras do Hospital Regional de Teófilo Otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3111-der-mg-homologa-licitacao-para-conclusao-das-obras-do-hospital-regional-de-teofilo-otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3111-der-mg-homologa-licitacao-para-conclusao-das-obras-do-hospital-regional-de-teofilo-otoni

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) homologou, nesta quinta-feira (6/10), o edital nº 091/2022, que dispõe sobre a obra de conclusão da construção do Hospital Regional de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. O empreendimento, previsto para ser retomado ainda este mês, ficou orçado em cerca de R$ 104 milhões e será administrada pela empresa KTM Administração e Engenharia LTDA.

A empresa que apresentou a melhor proposta deu um desconto de R$ 12.883.411,96, o que equivale a uma redução de 11% em relação ao valor orçado pelo DER-MG. Participaram do certame, na modalidade Regime Diferenciado de Contratações (RDC), cinco empresas.
 
“A conclusão das obras do Hospital Regional de Teófilo Otoni, além de beneficiar diretamente municípios do Vale do Mucuri, vai captar pessoas que necessitam de tratamento de saúde da região do Jequitinhonha e, em casos mais graves, até de algumas cidades do Sul da Bahia e Norte do Espírito Santo” destaca o diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares.

Hospital
O hospital está em um terreno de 40 mil metros quadrados e terá 427 leitos, sendo 372 de internação, 30 UTI adulto e 25 leitos UTI neonatal, com possibilidade de expansões futuras. Com 50% da construção concluída, a obra foi paralisada em 2016.

Após a retomada, a conclusão está prevista para o prazo de 24 meses. Com a conclusão, o hospital contribuirá na ampliação da oferta de serviços para atenção às necessidades de cirurgias eletivas e trará benefícios a toda região. Somente na microrregião de Teófilo Otoni/Malacacheta serão 11 municípios atendidos, representando 280 mil habitantes.

A finalização será viabilizada por meio dos recursos do Termo de Medidas de Reparação assinado com a Vale devido ao desastre de Brumadinho. O Acordo Judicial visa reparar os danos decorrentes da tragédia, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o Estado de Minas Gerais.

]]>
Notícias Thu, 06 Oct 2022 10:27:02 -0300
Provias completa seis meses com 11 obras já concluídas e 50 em execução http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3109-provias-completa-seis-meses-com-11-obras-ja-concluidas-e-50-em-execucao http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3109-provias-completa-seis-meses-com-11-obras-ja-concluidas-e-50-em-execucao

O Provias completa, nesta terça-feira (4/10), seis meses de vida. O pacote de obras rodoviárias conta com 100 empreendimentos espalhados por todo estado e investimentos da ordem de R$ 2 bilhões. A ação voltada para a recuperação funcional e a pavimentação de estradas em Minas é a maior da última década.  

Até o momento, 11 obras já foram concluídas, 50 estão em andamento e outras 39 em fase de elaboração de projeto e licitação. As intervenções visam atender, nesta primeira fase, as rodovias em situação mais crítica na malha rodoviária mineira. Ao todo, serão mais de 1.700 quilômetros de rodovias restauradas e mais de 800 pavimentados.  

E as melhorias já são visíveis em diversas regiões do Estado. No Vale do Jequitinhonha, por exemplo, a BR-367, que era uma das rodovias mais degradadas na malha rodoviária mineira, já está em processo avançado de recuperação. No trecho sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagens (DER-MG), a obra que foi dividida em cinco frentes de trabalho, dos quais 45 quilômetros, entre Couto de Magalhães de Minas e Bocaiúva, já estão 100% recuperados.

“A proposta foi justamente concentrar esforços em trechos que estivessem com a situação mais crítica, devido ao tempo que ficaram sem investimentos robustos. A recuperação da BR-367 é um exemplo do potencial do Provias”, analisa o Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.  

Recuperação

Mais de 150 quilômetros de rodovias já foram recuperados no âmbito do Provias nos primeiros seis meses do programa. As equipes de trabalho do DER-MG seguem a todo vapor atuando nos quatro cantos de Minas. Na MG-338, entre Ibertioga e Campolide, no Campo das Vertentes, 30 quilômetros da pista já começaram a receber as primeiras etapas da recuperação.   

No Triângulo, outro destaque é o segmento da MG-497, entre Uberlândia e Prata. O trecho com aproximadamente 77 quilômetros de extensão que há anos aguardava pelas obras já está em fase final de recuperação, garantindo um ganho logístico para toda região e mais segurança aos usuários da via.  

No Sul de Minas as melhorias também já podem ser percebidas pela população. Próximo a Itajubá, as obras na LMG-883, entre a MG-347 e Dom Viçoso, somam 20 quilômetros de rodovia sendo recuperados. O mesmo ocorre na MG-311, entre Campanário e Pescador, no Vale do Rio Doce, cuja pavimentação está 100% concluída e já em fase de sinalização da pista.  

Na Zona da Mata, região castigadas pelas chuvas no início de 2022, o Provias está presente na MG-111, em Manhumirim, com mais de 40% do trabalho de recuperação já executado. Na mesma região, na MG-108, entre Lajinha e divisa com o estado do Espírito Santo, o percentual de obras executadas já chega a 70%.

Pavimentações

As obras de pavimentação também avançaram nos primeiros seis meses do Provias. Já estão concluídos o acesso secundário de Itaúna, na MG-431; a interseção da AMG-3085 com a BR-040, em Barreira do Triunfo, próxima a Juiz de Fora. Além disso, já foram finalizadas a interseção da MG-290 com o acesso a distrito industrial de Jacutinga e as vias laterais da LMG-653, conhecida como Anel Rodoviário Sul de Montes Claros, no Norte de Minas.  

Na mesma região, a pavimentação da MG-402, no trecho de mais de 70 quilômetros entre Pintópolis e Urucuia, era esperada há mais de 50 anos pela população local. A obra foi iniciada em agosto e deve ser concluída no primeiro semestre de 2023.  

A maior parte das obras de pavimentação do Provias visam interligar macrorregiões mineiras, permitindo maior integração entre os setores econômicos, sociais e culturais nessas regiões. São 44 obras, contabilizando 670 quilômetros que vão garantir o asfaltamento das principais conexões entre cidades com grande potencial de desenvolvimento, reduzindo desigualdades regionais.  

Desde abril, quando o programa foi anunciado, o DER-MG já deu início aos trabalhos de pavimentação em 20 segmentos e outras 14 estão previstas para serem iniciadas nos próximos meses.  

“No início de nossa gestão à frente do Governo de Minas encontramos as estradas totalmente abandonadas. Devagar fomos fazendo a manutenção para minimizar os impactos deste descaso e, com o Provias, estamos começando a fazer nossas estradas voltarem a um patamar de boa trafegabilidade e segurança”, ressalta o governado Romeu Zema.

Entregas

Até o fim desse ano, o DER-MG tem previsão de entregar as obras de complementação da MG-010, no trecho que liga Conceição do Mato Dentro ao Serro, na região Metropolitana, e o Contorno de Cataguases, na Zona da Mata. Ambas, atualmente com cerca de 80% do serviço já executado.

O diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares, ressalta que as obras do Provias são apenas o começo de uma série de melhorias que estão previstas no planejamento para as estradas de Minas.  

“É importante lembrar que, entre 2015 e 2018, apenas 185 quilômetros de rodovias passaram pelo processo de recuperação funcional, fato que levou o sistema rodoviário mineiro quase ao colapso. Com o Provias, conseguiremos melhorar mais de 2.500 quilômetros de estradas que, em breve, mudarão a realidade da malha rodoviária mineira”, avalia.

]]>
Notícias Tue, 04 Oct 2022 10:49:35 -0300
Governo de Minas publica edital para retomada das obras do Hospital Regional de Divinópolis http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3107-governo-de-minas-publica-edital-para-retomada-das-obras-do-hospital-regional-de-divinopolis http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3107-governo-de-minas-publica-edital-para-retomada-das-obras-do-hospital-regional-de-divinopolis

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), publicou, nesta quinta-feira (29/9), edital para contratação da nova empresa que irá concluir as obras de construção do Hospital Regional de Divinópolis, região Centro-Oeste de Minas.

O Edital 116/2022, prevê a execução dos serviços de conclusão da obra, com elaboração de projetos básicos e executivos, entre outras obrigações a um custo de referência estimado em R$ 45 milhões.

A abertura dos envelopes está prevista para o próximo dia 27 de outubro, a partir das 9 horas, na sede do DER-MG, na avenida dos Andradas, 1120, Centro, Belo Horizonte, 10º andar. O edital pode ser obtido no mesmo local, em horário comercial, e os avisos, publicados encontram-se disponíveis no Diário Oficial do Estado ou no portal eletrônico do DER-MG.

A conclusão do Hospital Regional de Divinópolis teve a responsabilidade transferida para o Estado. O termo de cessão que oficializa a posse do terreno, foi publicado no Diário Oficial em agosto e, após essa medida, foi possível a publicação do edital para conclusão das obras.

Estrutura

O prédio em construção possui um pavimento térreo, área de pilotis e um pequeno mezanino. A estrutura foi concebida para 134 leitos de internação, dos quais, oito são de isolamento.

Serão oferecidos, ainda, 55 leitos de internação intensiva, sendo 30 para adultos, 15 para neonatal e 10 de cuidados intermediários, além de 20 vagas para observação no pronto atendimento.

Além disso, a unidade contará com 12 salas de cirurgias, 10 consultórios para atendimento de urgência e emergência, laboratório e demais dependências.

A edificação tem 16.761,80 metros quadrados de área construída em um terreno de 53.464 metros quadrados e foi projetada para atender casos de média e alta complexidade de 54 cidades da região, beneficiando mais de mais de um milhão de pessoas.

]]>
Notícias Fri, 30 Sep 2022 05:09:06 -0300
DER-MG publica edital para a conclusão do Hospital Regional de Sete Lagoas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3106-der-mg-publica-edital-para-a-conclusao-do-hospital-regional-de-sete-lagoas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3106-der-mg-publica-edital-para-a-conclusao-do-hospital-regional-de-sete-lagoas

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) publicou, nesta terça-feira (27/09), o edital 100/2022 que tem como objetivo realizar a conclusão das obras do Hospital Regional de Sete Lagoas, que vai atender as cidades mais ao norte da região Central.

O hospital está em um terreno de 23.500 mil metros quadrados, divididos em quatro blocos e vai oferecer 226 leitos, sendo 21 de UTI adulto e 15 leitos UTI neonatal, com possibilidade de expansões futuras. Com 55 % da construção concluída, a obra foi paralisada em 2015.

Após a abertura das propostas, que vai acontecer no próximo dia 28 de outubro, às 9 horas, na sede do DER-MG, a expectativa é que as obras comecem ainda em 2022. “O Governo de Minas Gerais deve investir aproximadamente R$ 101 milhões na conclusão do Hospital de Sete Lagoas e esperamos fazer a inauguração do empreendimento em aproximadamente três anos. No primeiro ano será realizada a elaboração do projeto e nos outros dois a execução das obras”, ressalta o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

“Existe uma preocupação do Governo de Minas em proporcionar cada vez mais, por meio das modernas instalações que fazem parte dos hospitais regionais, uma atendimento rápido e eficiente para aqueles que necessitam de cuidar da sua própria saúde ou de algum parente. Por isso, estamos retomando este tipo de obra em cidades como Teófilo Otoni, Governador Valadares, Conselheiro Lafaiete e, em breve, Juiz de Fora. Não faz mais sentido as pessoas virem até a capital para tratar da saúde”, explica o diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares.

Após concluído, o hospital contribuirá na ampliação da oferta de serviços para atenção às necessidades de cirurgias eletivas e trará benefícios a toda região. Somente na microrregião Central, no sentido norte, serão 16 municípios atendidos, representando 480 mil habitantes.

A conclusão será viabilizada por meio dos recursos do Termo de Medidas de Reparação assinado com a Vale, em função do desastre de Brumadinho. O Acordo Judicial visa reparar os danos decorrentes da tragédia, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o Estado de Minas Gerais.

]]>
Notícias Wed, 28 Sep 2022 05:18:09 -0300
Rodoviária de BH recebe primeiras melhorias após ser concedida à iniciativa privada http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3108-rodoviaria-de-bh-recebe-primeiras-melhorias-apos-ser-concedida-a-iniciativa-privada http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3108-rodoviaria-de-bh-recebe-primeiras-melhorias-apos-ser-concedida-a-iniciativa-privada

Os usuários da rodoviária de Belo Horizonte começaram a ser beneficiados com as primeiras intervenções provenientes do contrato de concessão assinado entre o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), e o consórcio Terminas BH. Nessa quinta-feira (22/9), a nova rede wi-fi de última geração foi instalada e já pode ser utilizada por quem utilizada o terminal.

Todo a rede foi refeita, incluindo troca do servidor, computadores e firewall, tornando a navegação até dez vezes mais rápida. Também foram instaladas novas antenas para o uso do 5G.

Além do incremento tecnológico, em menos de um mês, já foram feitas correções de manchas e desgastes na pintura de paredes, pisos e forros no térreo, além da higienização completa do terminal.

O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, destaca que essas entregas fazem parte da primeira etapa das obras, consideradas imediatas, que devem ser finalizadas dentro de 180 dias. “A gente espera, nos próximos seis meses, que a experiência do usuário seja muito melhor do que era antes”, enfatiza.

Para a CEO do Tergip, Vanessa Costa, as melhorias foram realizadas em tempo recorde, com o objetivo de atender cada vez melhor os usuários.

“Com apenas 16 dias, conseguimos fazer as primeiras correções na estrutura, além de instalarmos o que há de melhor em serviços de internet. Tudo isso com a máxima segurança e conforto para todos”, afirma.

Em breve, também serão feitas melhorias nas condições de utilização dos sanitários e fraldários; revitalização das sinalizações de informação dentro e fora das unidades; e revisão dos sistemas de escadas rolantes, esteiras e elevadores.

Concessão

A concessão inclui os serviços de recuperação, modernização e manutenção da operação do Tergip, além de cinco terminais e 17 estações do Move Metropolitano.

A expectativa é que sejam investidos, ao longo do contrato, mais de R$ 122 milhões melhorias estruturais, capacidade e tecnologia, levando mais segurança e agilidade para o usuário.

]]>
Notícias Fri, 23 Sep 2022 13:48:53 -0300
Governo lança edital para Concessão do Metrô da Região Metropolitana de Belo Horizonte http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3105-governo-lanca-edital-para-concessao-do-metro-da-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3105-governo-lanca-edital-para-concessao-do-metro-da-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte

O Governo de Minas publicou o edital para a concessão do Metrô da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Metrô-BH), nesta sexta-feira (23/9). O leilão será realizado no dia 22 de dezembro, na B3, em São Paulo, e a empresa vencedora ficará responsável por gerir, operar e manter a rede metroviária, com a revitalização da Linha 1 e a criação da Linha 2 .

A apresentação do edital que vai permitir a concessão do sistema de trens urbanos em Belo Horizonte e Contagem aconteceu na Cidade Administrativa e contou com a presença de representantes do governo federal, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), Fernando Marcato, e da secretária de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Luísa Barreto.

“O edital prevê que vamos contratar uma empresa que vai revitalizar a Linha 1, trazer novos trens, melhorar a sinalização e as estações, além de diminuir o tempo de espera da população para sete minutos entre os trens. O objetivo final do metrô é atender bem as pessoas”, pontua Fernando Marcato. O edital também prevê a disponibilização de sanitários gratuitos nas estações e a melhoria na conexão com as linhas de ônibus municipais e intermunicipais.

Para monitorar a qualidade dos serviços ofertados, há indicadores e metas de desempenho previstos no edital, além de penalidades e multas em caso de descumprimento. O preço da passagem permanecerá o mesmo, corrigido somente pela inflação, como já ocorre.

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é uma empresa pública criada em 1984, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, sendo a União Federal proprietária de 100% de suas ações. Entretanto, a Constituição Federal de 1988 atribuiu aos governos estaduais a gestão dessas redes de transporte, e desde então as operações têm sido transferidas para os estados. Nesse cenário, já foram transferidas as operações da CBTU para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Bahia.

Para fazer essa descentralização para as unidades federativas, é necessário separar as operações do restante da empresa, por meio de cisões que criam filiais regionais. No caso de Minas Gerais, foram criadas as subsidiárias CBTU-MG e Veículo de Desestatização MG Investimentos S/A (VDMG), que funcionam como braços regionais da CBTU e que serão transferidas ao futuro concessionário.

Dimensões
Atualmente, a rede de transporte metroferroviário em Minas Gerais possui apenas a Linha 1, que compreende 19 estações, ao longo de 28,1 km de extensão, que englobam Belo Horizonte e Contagem. Com a concessão, além da revitalização a Linha 1 ganhará mais uma estação, Novo Eldorado, em Contagem. Já a Linha 2, que teve obras iniciadas em 1998 e paralisadas em, terá 7 novas estações ligando Calafate ao Barreiro por 10,5 km de extensão. Após os investimentos, o sistema deve beneficiar aproximadamente 270 mil passageiros diariamente, dos quais 50 mil devem utilizar a nova Linha 2.

A estruturação da parceria foi conduzida pelos governos federal e estadual, tendo o BNDES como coordenador dos estudos de viabilidade técnica, econômica, ambiental e jurídica. Esses estudos geraram relatórios e minutas de edital e contratos, que por sua vez foram submetidos a consulta e audiência pública, dando publicidade ao projeto e colhendo sugestões da sociedade, e, após isso, foram analisados e aprovados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

A previsão é a de que as novas estações comecem a ser inauguradas a partir do quarto ano da concessão, e que todas estejam operacionais no sexto ano. Ao todo, o investimento projetado é de R$ 3,7 bilhões, ao longo de 30 anos do contrato de concessão. Serão destinados R$ 3,2 bilhões de aportes públicos para o metrô de Belo Horizonte, dos quais R$ 2,8 bilhões oriundos do governo federal e cerca de R$ 440 milhões do Governo de Minas, provenientes do Termo de Reparação assinado com a Vale em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho.
A empresa vencedora do leilão deve iniciar os investimentos no primeiro semestre de 2023.

Metroviários
Uma das garantias do edital é um ano de estabilidade aos metroviários da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), que devem ser absorvidos posteriormente, e os metroviários terão a opção de adquirir até 10% da nova empresa que assumirá o metrô.

“Esse projeto foi feito com bastante diálogo em todas as esferas e também com os colaboradores. Nós levamos em consideração que já existe uma empresa no comando do metrô, então essa privatização nada mais é do que uma troca de controle. Sai o governo federal como acionista e entra outro acionista, ou seja, os colaboradores permanecem na empresa”, explicou Bruno Westin, secretário especial do Programa de Parceria de Investimento (PPI) do Ministério da Economia.

]]>
Notícias Fri, 23 Sep 2022 11:20:16 -0300
Obras de implantação e pavimentação de rodovias da Zona da Mata vão proporcionar melhorias na mobilidade da região http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3104-obras-de-implantacao-e-pavimentacao-de-rodovias-da-zona-da-mata-vao-proporcionar-melhorias-na-mobilidade-da-regiao http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3104-obras-de-implantacao-e-pavimentacao-de-rodovias-da-zona-da-mata-vao-proporcionar-melhorias-na-mobilidade-da-regiao

As obras de implantação e de melhorias do Contorno de Cataguases, na Zona da Mata, já estão com quase 80% dos trabalhos concluídos. O trecho, de 6,4 quilômetros, recebeu a visita do Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, do subsecretário de obras e Infraestrutura, Breno Longobucco, e do diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares, na última terça-feira (20/9).

A expetativa é que o Contorno seja finalizado ainda este ano. Após a conclusão, a via será o principal acesso ao novo terminal rodoviário do município e uma importante conexão com a rodovia CMG-120, trazendo melhores condições de trafegabilidade, segurança para veículos e pedestres, além desafogar o trânsito dentro de Cataguases.

Estão sendo investidos cerca de R$20 milhões na implantação e restauração das pistas, por meio do Provias, maior programa de obras rodoviárias da última década do Governo de Minas.

MG-280

Outro segmento na região que também passará por intervenções é a MG-280, entre Paula Cândido e o entroncamento da MG-124, próximo a Divinésia. A autorização para contratação da obra foi assinada nessa quarta-feira (22/9) e contou com a presença do secretário Fernando Marcato, do prefeito de Paula Cândido, Daniel Calixto e da prefeita de Divinésia, Cirlei de Freitas, entre outros prefeitos da região.

Para realizar a obra de pavimentação de 16km, o Governo de Minas vai investir cerca de R$ 9 milhões.
 
Quando concluído, o segmento passará a ser uma rota alternativa entre Viçosa e Ubá e irá beneficiar diretamente os municípios de Paula Cândido, Divinésia, Visconde do Rio Branco e Senador Firmino. Com a pavimentação, a indústria moveleira e o agronegócio da região ganham maior produtividade e capacidade de escoamento.

“A população da Zona da Mata aguarda há muito tempo por essas entregas e, dessa vez, as obras vão de fato acontecer. Já garantimos recursos no âmbito do Provias e em breve poderemos anunciar a inauguração desses trechos que vão melhorar de forma definitiva a logística na região”, avalia o Secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

Provias

As ações do Provias se dividem em dois eixos: recuperação funcional, com objetivo de promover melhorias no pavimento das estradas em pior estado de conservação; e pavimentação e construção de pontes, com foco em viabilizar novas ligações entre importantes regiões de Minas Gerais.

No total, serão 55 obras de recuperação funcional em 1.770 quilômetros da malha rodoviária e 44 empreendimentos pavimentações e construção de pontes, que somam cerca de 807 quilômetros.

Os recursos para as obras são oriundos do Termo de Reparação assinado com a Vale em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Thu, 22 Sep 2022 12:51:46 -0300
Rodovias do Norte de Minas passam por obras de manutenção e conservação http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3103-rodovias-do-norte-de-minas-passam-por-obras-de-manutencao-e-conservacao http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3103-rodovias-do-norte-de-minas-passam-por-obras-de-manutencao-e-conservacao

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DER-MG) está realizando uma série de obras de manutenção e de conservação da infraestrutura rodoviária em diversas rodovias estaduais pavimentadas e não pavimentadas do Norte de Minas, por meio do Programa de Manutenção e Conservação Permanente.

De acordo com o Órgão, passam por manutenção as rodovias MGC- 251 e 135 com obras de limpeza, caiação e roçadas e a LMG-654 com a correção de pontos críticos e aplicação de material fresado, proveniente da manutenção das rodovias. Ainda na LMG-654, as pontes de madeira, sobre o córrego Canabrava e sobre o rio Pacuí foram substituídas por de concreto.

Já nas MGs 307 e 308 e MGC-679 as intervenções são na segurança viária com reforço na sinalização vertical e revitalização da pintura das faixas de bordo e central da pista, instalação de sonorizadores na pista, caiação e limpeza dos dispositivos de drenagem.

Esse tipo de trabalho é executado, continuamente, pelas 40 unidades do Órgão espalhadas pelo território mineiro e visam melhorar o escoamento da produção, auxiliar no transporte de insumos, proporcionar mais segurança e qualidade de vida para a população que transita pelas rodovias mineiras e, consequentemente, impactam também na economia e geração de empregos.

Nos últimos meses, o Departamento intensificou os serviços e manutenção e conservação para preparar a malha rodoviária mineira para enfrentar o ou próximo período de chuvas com mais tranquilidade.

]]>
Notícias Thu, 15 Sep 2022 11:47:17 -0300
Recuperação funcional da LMG-739 vai beneficiar setor de ecoturismo e mineração na região central do Estado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3102-recuperacao-funcional-da-lmg-739-vai-beneficiar-setor-de-ecoturismo-e-mineracao-na-regiao-central-do-estado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3102-recuperacao-funcional-da-lmg-739-vai-beneficiar-setor-de-ecoturismo-e-mineracao-na-regiao-central-do-estado

Um convênio realizado entre o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e a prefeitura de Conceição do Mato Dentro vai viabilizar a recuperação funcional de cerca de 43 quilômetros da rodovia LMG-739, que liga o município a Congonhas do Norte.

A autorização para contratação da empresa responsável pela obra foi assinada na manhã desta quinta-feira (8/9), em Conceição do Mato Dentro. O encontro contou com a presença do Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, e do prefeito do município, Zé Fernando.

“Essa obra é fundamental para garantir mais desenvolvimento a essa região tão importante para o Estado do ponto de vista econômico e turístico. Além da mineração, que é uma das bases da economia local, a pavimentação também irá impulsionar o ecoturismo, que é uma das vocações de Conceição do Mato Dentro”, avalia o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

Serão investidos R$ 59 milhões, sendo que metade do valor, cerca R$ 29,5 milhões, serão investidos pelo Governo de Minas e o restante pela prefeitura de Conceição do Mato Dentro. A obra de recuperação funcional deve ser executada em 15 meses e a conclusão dos trabalhos está prevista para setembro de 2023.

A rodovia LMG-739 corta uma área com grande potencial econômico tanto para o setor de mineração quanto para o de ecoturismo. A movimentação de minério de ferro na região é tão intensa que entre Conceição do Mato Dentro (MG) e Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), foi construído o maior mineroduto do mundo, com 529 km de extensão.

Congonhas do Norte e Conceição do Mato Dentro, que estão localizadas nos entornos da Serra do Espinhaço e da Estrada Real, tem como principal atração turística a Cachoeira do Tabuleiro, considerada por instituições especialistas em ecoturismo como a mais bonita do Brasil. Como se não bastasse ainda existem na região a Cachoeira Barragem, Cachoeira da Fumaça, Rio de Pedras e grutas com pinturas rupestres.

MG-010
Na mesma região, a pavimentação de aproximadamente 26 quilômetros da MG-010, entre Conceição do Mato Dentro e Serro, está sendo possível graças a outro convênio realizado entre o Governo de Minas e a Anglo American.

A obra é uma demanda histórica da região e deverá ser concluída em ainda em 2022. No momento, a etapa de terraplenagem está concluída, 17 quilômetros já foram pavimentados e há 18 quilômetros de drenagem prontos.

Os investimentos serão de aproximadamente R$ 55 milhões, sendo R$ 40 milhões aportados pela empresa e outros R$ 15 milhões pelo Estado. As obras fazem parte de uma série de investimentos em infraestrutura viária que a mineradora vem realizando na região.

Provias
A recuperação funcional da LMG-739 é uma das 99 intervenções em rodovias contempladas pelo Provias estão espalhadas de Norte a Sul do estado e contam com R$ 2 bilhões em investimentos.

O objetivo é requalificar trechos da malha mineira com obras de pavimentação, construção de pontes e recuperação funcional das rodovias.

O programa ainda tem potencial de adicionar ao PIB mineiro o montante de R$ 1,3 bilhão e aumentar a arrecadação com impostos indiretos em cerca de R$ 225 milhões.

Os recursos são oriundos do Termo de Reparação assinado com a Vale em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Fri, 09 Sep 2022 08:28:04 -0300
Obras na MG-320, em São José do Goiabal, serão concluídas em novembro http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3100-obras-na-mg-320-em-sao-jose-do-goiabal-serao-concluidas-em-novembro http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3100-obras-na-mg-320-em-sao-jose-do-goiabal-serao-concluidas-em-novembro

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) marcou para novembro deste ano a conclusão das obras de reconstrução do aterro e aumento de capacidade do bueiro metálico localizado no km 54, da MG-320, próximo ao perímetro urbano de São José do Goiabal, cidade do Vale do Rio Doce. Na realização do serviço estão sendo investidos em valores aproximadamente R$ 850 mil, além dos bueiros metálicos cedidos pela Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra).

O rompimento da antiga estrutura aconteceu durante o período de 2022, quando a passagem pelo local chegou a ser interrompida. As obras de recuperação do local iniciaram no último mês de julho, após a conclusão de um projeto de engenharia que apontou como solução a instalação de 30 metros de bueiro triplo tubular metálico de 2,8 metros de diâmetro.

Até o momento foi realizado a escavação do corpo estradal, a remoção do bueiro danificado, e o empedramento para fundação da nova tubulação. Neste momento, está sendo executado a montagem dos tubos do bueiro metálico e após a etapa os tubos serão recobertos, o aterro refeito, instalados novos dispositivos de drenagem, pavimentada a nova pista e depois aplicada a sinalização horizontal e vertical.

Para o prefeito de São José do Goiabal, José Roberto Gariff Guimarães, “a obra que está sendo realizada pode ser considera a maior dos últimos 20 anos na cidade, uma vez que o local é o ponto de encontro de diversos leitos de água que desembocam no córrego do Açude que cortam grande parte do município”. Ele ainda acrescentou que acredita que “a obra vai solucionar um antigo problema dos moradores, uma vez que vai proporcionar maior vazão das águas no período chuvoso e vai impedir que cerca de 80 casas sofram problemas em decorrência a enchentes”.

 

]]>
Notícias Fri, 02 Sep 2022 14:55:14 -0300
DER-MG realiza licitação para conclusão das obras do Hospital Regional de Teófilo Otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3101-der-mg-realiza-licitacao-para-conclusao-das-obras-do-hospital-regional-de-teofilo-otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3101-der-mg-realiza-licitacao-para-conclusao-das-obras-do-hospital-regional-de-teofilo-otoni

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) realizou, na manhã desta sexta-feira (02/09), a licitação para as obras de conclusão do Hospital Regional de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri.

Participaram do certame, na modalidade Regime Diferenciado de Contratações (RDC), cinco empresas. A melhor proposta foi a da KTM Administração e Engenharia Ltda., no valor de R$ 104.238.445,06

A empresa que apresentou a melhor proposta deu um desconto de R$ 12.883.411,96, o que equivale a uma redução de 11% em relação ao valor orçado pelo DER-MG.

Hospital

O hospital está em um terreno de 40 mil metros quadrados e terá 427 leitos, sendo 372 de internação, 30 UTI adulto e 25 leitos UTI neonatal, com possibilidade de expansões futuras. Com 50% da construção concluída, a obra foi paralisada em 2016.

A retomada das obras tem previsão para em outubro de 2022. A conclusão está prevista para 24 meses após a ordem de reinício. Após concluído, o hospital contribuirá na ampliação da oferta de serviços para atenção às necessidades de cirurgias eletivas e trará benefícios a toda região. Somente na microrregião de Teófilo Otoni/Malacacheta serão 11 municípios atendidos, representando 280 mil habitantes.

A conclusão será viabilizada por meio dos recursos do Termo de Medidas de Reparação assinado com a Vale devido ao desastre de Brumadinho. O Acordo Judicial visa reparar os danos decorrentes da tragédia, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o Estado de Minas Gerais.

]]>
Notícias Fri, 02 Sep 2022 13:10:35 -0300
Sistema Pare e Siga na rodovia CMG-262, entre Caeté e Sabará http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3099-sistema-pare-e-siga-na-rodovia-cmg-262-entre-caete-e-sabara http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3099-sistema-pare-e-siga-na-rodovia-cmg-262-entre-caete-e-sabara

Nesta quinta-feira (1/9) a equipe de manutenção do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) realiza ação de reposicionamento e recomposição dos dispositivos de segurança instalados no quilômetro 289,5 da CMG-262, no trecho entre o final do perímetro urbano de Caeté e início do perímetro urbano de Sabará. O local é conhecido como Praça do Gaia.  

Durante a execução deste serviço o tráfego será feito no sistema pare e siga e haverá o acompanhamento de fiscais do Departamento e apoio da empresa Anglogold.
 
O período estimado para reposição da lona protetora da erosão e a recomposição do cordão de asfalto e selagem das trincas, que impede a água de atingir a erosão é de três horas e está programado para a parte da manhã, no horário de 9 às 12 horas.

A recuperação definitiva do local aguarda a conclusão de projeto de engenharia que está em execução pelo DER-MG e, posteriormente, a obra deverá ser licitada.

]]>
Notícias Thu, 01 Sep 2022 06:05:25 -0300
Governo de Minas autoriza início das obras de pavimentação da MG-402, no Norte de Minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3098-governo-de-minas-autoriza-inicio-das-obras-de-pavimentacao-da-mg-402-no-norte-de-minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3098-governo-de-minas-autoriza-inicio-das-obras-de-pavimentacao-da-mg-402-no-norte-de-minas

O Governo de Minas, por meio do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), autorizou o início das obras de melhoramento e pavimentação da rodovia MG-402, trecho Pintópolis-Urucuia, na região Norte do estado. A implantação do pavimento asfáltico no trecho acontece no âmbito do Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década.

A ordem de início foi assinada na última terça-feira (23/8), em reuniões técnicas que aconteceram nas duas cidades, com a presença do Secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, e do diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares.

A empresa responsável pelos serviços já iniciou os trabalhos que irão abranger 73,14 quilômetros da rodovia. O investimento é da ordem de R$120 milhões e será executado em 24 meses, conforme prazo contratual.

O objetivo da obra é a integrar a região Norte e Noroeste de Minas, vales do Jequitinhonha e Mucuri e sul da Bahia, facilitando o transporte de grãos, que é a base da economia da região, além de melhorar a logística e a qualidade de vida da população de toda região.

A pavimentação da estrada, somada à construção da ponte em São Francisco, que já está em andamento, reduzirá em mais de 300 km quilômetros o trajeto entre o Noroeste de Minas e Montes Claros.

“A pavimentação da MG-402 é uma obra esperada pela população do Norte de Minas há décadas. A melhoria vai trazer benefícios logísticos e de segurança viária para toda região, além de diminuir significativamente o tempo de deslocamento no trajeto até Brasília, que poderá ter uma redução de mais de duas horas”, avalia o secretário Fernando Marcato.

Ponte São Francisco
As obras de construção da ponte sobre o Rio São Francisco, na MG-402, também seguem a todo vapor. Neste momento, a empresa já está implantando os pilares que darão suporte à estrutura.

Já foram executados os serviços de sondagem área, escavações do aterro na faixa de domínio na margem direita, escavações e enrocamento do pátio de vigas pré-moldadas e regularização do solo de acesso ao areal. Os investimentos são da ordem de R$137 milhões.

Aguardada há mais de 70 anos pela população do Norte de Minas, a ponte será uma das maiores do estado com 1.120 metros de extensão e 13,8 metros de largura. O empreendimento também integra o Provias e vai favorecer a mobilidade em geral no acesso ao Distrito Federal.

Atualmente, a travessia do Rio São Francisco é feita por balsas. Com a construção, a expectativa é agilizar a circulação de mercadorias e pessoas na região e também para outros estados.

]]>
Notícias Fri, 26 Aug 2022 05:00:42 -0300
Rodrigo Tavares assume diretoria-geral do DER-MG http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3097-rodrigo-tavares-assume-diretoria-geral-do-der-mg http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3097-rodrigo-tavares-assume-diretoria-geral-do-der-mg

Foi designado e iniciou o exercício, na manhã desta quinta-feira (18/8), o novo diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), Rodrigo Rodrigues Tavares.

Formado em Direito, Tavares tem 36 anos, é natural de Teófilo Otoni e, entre as várias atividades que exerceu, se destaca a Gerência de Relações Institucionais e Assessor da Presidência da Companhia de Recursos Minerais (CPRM), uma empresa do Governo Federal, vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

Ele assume o Departamento no lugar de Robson Carlindo Santana Paes Loures.

À frente do DER-MG, Rodrigo afirma que tem como prioridade dar continuidade às obras que o Estado precisa realizar, neste momento em que o Governo de Minas tem a responsabilidade de utilizar, com eficiência, os recursos do Termo de Reparação assinado com a Vale.

“Em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) temos como meta executar cerca de 100 obras voltadas para o setor rodoviário, além de outras edificações como escolas, hospitais e centros socioeducativos. A missão também inclui a fiscalização do transporte intermunicipal e metropolitano como foco de ações, ressaltou.

“Tenho uma grande afinidade com o DER-MG, pois sempre convivi bem próximo da realidade do Departamento, uma vez que meu pai foi servidor de carreira da instituição, fato que me enche de orgulho. Estarei muito próximo das 40 regionais, no interior, e dos diretores, aqui na sede. Conto com apoio de todos os servidores para elevarmos o nome do DER-MG, apresentando trabalho e mostrando resultados”, concluiu o diretor-geral.

Na manhã desta quinta-feira, Rodrigo já participou de uma primeira reunião com alguns membros da diretoria do DER-MG.

]]>
Notícias Thu, 18 Aug 2022 10:23:24 -0300
Governo de Minas realiza leilão de rodovias do Sul de Minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3094-governo-de-minas-realiza-leilao-de-rodovias-do-sul-de-minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3094-governo-de-minas-realiza-leilao-de-rodovias-do-sul-de-minas

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), realizou nesta quarta-feira (17/8), na Bolsa de Valores B3, em São Paulo, o leilão para a concessão rodoviária do lote Sul de Minas.

A vencedora do certame foi o consórcio Infraestrutura MG, que ofertou o valor de contraprestação de R$377 milhões, que significa deságio de 14,9% em relação a proposta de contraprestação máxima constante no edital.

A quantia deverá ser paga pelo Estado conforme a execução dos investimentos previstos nos dois primeiros anos e, portanto, o deságio significa economia aos cofres públicos.

Após a assinatura do contrato, a empresa será responsável pela exploração da infraestrutura, operação, manutenção, monitoração, conservação, ampliação da capacidade e manutenção do nível de serviço dos trechos do sistema rodoviário pelo prazo de 30 anos, com investimentos na ordem dos R$ 2,3 bilhões.

O lote Sul de Minas possui 454,3 km e abrange trechos das rodovias CMG-146, MG-173, MG-290, MG-295, MG-455, BR-459, MG-459 e LMG-877.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, destacou que os investimentos que serão realizados nas rodovias serão fundamentais para garantir a continuidade do desenvolvimento de uma das regiões mais pujantes da economia mineira.

“O Sul de Minas virou base para atender São Paulo e o restante da região Sudeste. Temos que honrar o empreendedorismo da região, entregando estradas decentes, adequadas e com uma logística eficiente”, enfatizou.

leilao-lote-suldeminas-1-foto-divulgacao-Seinfra

Melhorias

A concessionária vencedora do leilão deverá realizar nos 24 primeiros meses de contrato investimentos de caráter emergencial nas rodovias, melhorando as condições de tráfego e segurança. Ao final dos seis primeiros anos de concessão, todos os trechos concedidos deverão atender aos parâmetros técnicos especificados no projeto.

A expectativa com o Programa de Concessões Rodoviárias é uma melhoria geral da qualidade das estradas mineiras, impactando diretamente na redução dos acidentes.

Programa de Concessões Rodoviárias

Em sua totalidade, o Programa de Concessões Rodoviárias prevê a modelagem de outros lotes, que abrangem aproximadamente 2,5 mil quilômetros, beneficiando diretamente mais de 5 milhões de pessoas.

A expectativa do Governo de Minas é que sejam atraídos mais de R$ 11 bilhões em investimentos privados para a ampliação de capacidade e recuperação das rodovias, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

]]>
Notícias Wed, 17 Aug 2022 16:01:58 -0300
Ponte sobre o Rio Jequitinhonha é liberada para tráfego pesado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3092-ponte-sobre-o-rio-jequitinhonha-e-liberada-para-trafego-pesado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3092-ponte-sobre-o-rio-jequitinhonha-e-liberada-para-trafego-pesado

As obras de reconstrução do pilar da ponte sobre o Rio Jequitinhonha, no km 564 da rodovia CMG-367, próximo a Medanha, distrito de Diamantina, no Alto Jequitinhonha, foram finalizadas e o trânsito liberado para veículos pesados na manhã desta sexta-feira (05/8).

A ponte passou por serviços de concretagem dos tubulões e construção de bloco de coroamento que dão sustentação a dois novos pilares.

A estrutura, construída em 1956, possui 186 metros de comprimento, oito metros de largura e 12 vãos.

No final de janeiro deste ano, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) interditou totalmente passagem de veículos e pedestres por causa de um deslocamento de um dos 13 pilares que sustentam a estrutura.

O problema foi provocado pelas chuvas intensas que atingiram a região na época.

]]>
Notícias Fri, 05 Aug 2022 12:04:45 -0300
Seinfra participa de audiência de conciliação do Rodoanel Metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3090-seinfra-participa-de-audiencia-de-conciliacao-do-rodoanel-metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3090-seinfra-participa-de-audiencia-de-conciliacao-do-rodoanel-metropolitano

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) participou nesta segunda-feira (25/7) de reunião de conciliação, convocada pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), entre as prefeituras de Betim e Contageme o Estado, para tratar do projeto do Rodoanel Metropolitano.

No encontro, proposto pelo conselheiro Cláudio Terrão, ficou definido que será feita uma análise conjunta dos documentos do edital de licitação da obra, entre os municípios e o Estado, com acompanhamento de técnicos do TCEMG. A reunião técnica ficou agendada para a próxima quarta-feira(27/7).

Além disso, um novo encontro entre os municípios e o Estado ficou marcada para quinta-feira (28/7), para dar prosseguimento às discussões sobre o projeto.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, a sessão de esclarecimento foi um passo muito importante para avançar em um consenso entre as partes.

“Saímos muito otimistas dessa reunião. Procuramosmostrar para as prefeituras que o traçado do Rodoanel é referencial. Isso quer dizer que ele pode ser alterado, mesmo depois da licitação, inclusive em função do licenciamento ambiental. Reconhecemos que tem impacto nas cidades e no meio ambiente, mas temos que construir formas de reduzir esses impactos”, explicou Marcato.  

Além do secretário e representantes dos municípios, também participaram do encontro o subsecretário de Transporte e Mobilidade da Seinfra, Gabriel Fajardo, e o Advogado-Geral do Estado, Sérgio Pessoa.

Licitação

A licitação do Rodoanel Metropolitano foi postergada para o dia 12 de agosto, em função da realização da audiência de conciliação e, também, ampliar o diálogo e a escuta das comunidades tradicionais e quilombolas no âmbito do projeto do Rodoanel.

A concorrência pública será realizada na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo, com transmissão ao vivo pela internet, a partir das 14h, por meio do endereço www.tvb3.com.br

]]>
Notícias Mon, 25 Jul 2022 16:33:10 -0300
Governo de Minas destrava concessão da rodovia MG-424 e anuncia consórcio vencedor http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3088-governo-de-minas-destrava-concessao-da-rodovia-mg-424-e-anuncia-consorcio-vencedor http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/3088-governo-de-minas-destrava-concessao-da-rodovia-mg-424-e-anuncia-consorcio-vencedor

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), realizou, nesta sexta-feira (15/7), a abertura de envelopes das propostas econômicas das empresas que participam da licitação da rodovia MG-424, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A proposta vencedora, no valor de R$ 406 milhões, foi apresentada pelo consórcio Previcon. O valor ainda será atualizado.

O projeto de concessão da MG-424 estava paralisado desde 2018 no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG). A retomada do processo foi possível após um esforço do Governo de Minas em restabelecer o diálogo com prefeituras e com o próprio Tribunal, para que a licitação tivesse prosseguimento.

Concessão
O segmento concedido possui 51 quilômetros de extensão e vai da MG-010 até a entrada de Sete Lagoas. O trecho passa, também, pelos municípios de Vespasiano, São José da Lapa, Confins e Pedro Leopoldo.

A requalificação da MG-424 é uma forma de atrair novos investimentos para diversos municípios da área central do Estado, além de possibilitar acesso mais rápido ao Aeroporto de Confins.

A previsão é que sejam investidos mais de R$ 457 milhões em obras e melhorias que vão trazer benefícios para as cidades, severamente afetadas pelo volume de carretas e veículos pesados que trafegam na região.

Dentre outras intervenções, o contrato, com 30 anos de duração, prevê a construção do contorno de Matozinhos e de Prudente de Morais; a duplicação de 12,7 quilômetros de rodovia; a construção 29,6 quilômetros de faixas adicionais; a construção de 10,2 quilômetros de acostamento; 19 melhorias de acessos, duas passarelas, 6 rotatórias, 6 trevos completos e 32 paradas de ônibus.

Serviço
Também está previsto em contrato a implantação do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU), que funcionará 24 horas por dia, e vai oferecer atendimento médico de emergência, socorro mecânico, apreensão de animais na faixa de domínio e sistema de registro de reclamações e sugestões.

Com a concessão, a expectativa é que sejam gerados mais de 230 empregos diretos e mais de R$500 milhões em impostos para os municípios da região, para o Estado e para a União.

Concessões rodoviárias
O Governo de Minas desenvolve, ainda, um Programa de Concessões Rodoviárias que foi lançado em 2019 e envolve sete lotes de rodovias estaduais, com mais de 2,5 mil quilômetros de extensão.

O programa busca viabilizar investimentos privados na malha viária estadual, com impacto positivo na qualidade das vias, trafegabilidade e segurança dos usuários.

A expectativa do Governo de Minas é que sejam atraídos mais de R$ 11 bilhões em investimentos privados para a ampliação de capacidade e recuperação das rodovias, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

]]>
Notícias Fri, 15 Jul 2022 12:57:37 -0300