Notícias http://www.infraestrutura.mg.gov.br Fri, 02 Dec 2022 11:02:34 -0200 Joomla! - Open Source Content Management - Version 2.5.14 pt-br Contatos da Seinfra durante período de teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), em atenção às recomendações do Ministério da Saúde e Secretaria do Trabalho em relação ao Coronavírus (Covid-19) e, em obediência ao Decreto Estadual nº 47.886, de 15 de março de 2020, está trabalhando em Regime Especial de Teletrabalho. Listamos, abaixo, alguns dos serviços prestados pela Seinfra e respectivos contatos durante este período:

Solicitações de imprensa:
imprensa@infraestrutura.mg.gov.br

Doação de vigas metálicas, bueiros e mata-burros: 
marcos.marcio@infraestrutura.mg.gov.br

Dúvidas sobre Planilha Preço Seinfra: 
rogerio.valle@deer.mg.gov.br

Prestação de contas convênios de saída: 
dpc@infraestrutura.mg.gov.br 

Celebração de convênios de saída: 
rafael.morais@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referentes ao Táxi Especial Metropolitano: 
stm.contratos@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à ferrovias e ao Plano Estratégico Ferroviário: 
ferrovias@infraestrutura.mg.gov.br

Solicitações e dúvidas referentes às obras públicas: 
debora.carmo@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referente a Parcerias e Concessões: 
parcerias@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à logística de transportes: 
concessoes@infraestrutura.mg.gov.br

Relações intragovernamentais: 
viviane.santos@infraestrutura.mg.gov.br 

Solicitações referentes ao Transporte Coletivo Intermunicipal e Metropolitano
site: www.deer.mg.gov.br/fale-conosco, e-mail: atendimento@der.mg.gov.br ou aplicativo MGApp / SEI-MG para empresas

]]>
Notícias Wed, 23 Dec 2020 05:04:54 -0200
Obras para recuperar pista da CMG-418, danificada pelas chuvas, já foram iniciadas pelo DER-MG, em Teófilo Otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3151-obras-para-recuperar-pista-da-cmg-418-danificada-pelas-chuvas-ja-foram-iniciadas-pelo-der-mg-em-teofilo-otoni http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3151-obras-para-recuperar-pista-da-cmg-418-danificada-pelas-chuvas-ja-foram-iniciadas-pelo-der-mg-em-teofilo-otoni

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) já iniciou as obras de recuperação da pista, localizada no km 174, da CMG-418, na saída de Teófilo Otoni. O trecho, conhecido como Rodovia do Boi, faz a ligação entre o Vale do Mucuri e o Sul da Bahia, além do Norte do Espírito Santo.

A erosão da pista ocorreu na madrugada de segunda-feira (28/11), quando fortes chuvas, que ocorreram em toda região, fizeram com que uma pequena barragem rompesse e levasse parte da rodovia. “O problema no local é complexo e requer a realização de projeto de engenharia que já está sendo elaborado por técnicos do Departamento. Mesmo assim, homens e máquinas já estão realizando alguns procedimentos básicos para que a obra seja concluída entre 45 e 50 dias, conforme for o volume de chuva durante o período de execução dos trabalhos”, explicou o diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares.

Por enquanto, veículos de pequeno porte estão passando pelo local, usando apenas uma pista, em sistema de pare e siga, que vem sendo monitorado por agentes de fiscalização do DER-MG. Porém, pode ser que haja necessidade de fechar a via para todos os veículos.

Veículos de carga

No momento, veículos de grande porte devem realizar a seguinte rota ir para os estados da Bahia o Espírito Santo:

Ir pela BR-116 até Governador Valadares, seguir pela BR-381 até São Mateus, no Estado do Espírito Santo, entrar na BR-101 no sentido Sul da Bahia.

Pela CMG-418, passam, diariamente, cerca de 3.000 veículos de carga em direção ao norte do Espírito Santo e Sul da Bahia, transportando produtos provenientes do agronegócio que seguem em direção aos portos de exportação.

]]>
Notícias Thu, 01 Dec 2022 12:12:46 -0200
Governo de Minas apresenta demandas prioritárias de infraestrutura para Governo de transição em Brasília http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3150-governo-de-minas-apresenta-demandas-prioritarias-de-infraestrutura-para-governo-de-transicao-em-brasilia http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3150-governo-de-minas-apresenta-demandas-prioritarias-de-infraestrutura-para-governo-de-transicao-em-brasilia

O Governo de Minas Gerais, representado pelo secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato e o subsecretário de Transportes e Mobilidade, Gabriel Fajardo, apresentou, nesta terça-feira (29/11), em Brasília, um conjunto de demandas e propostas prioritárias relativas ao setor de infraestrutura no Estado, que têm conexão ou são de competência do Governo Federal. O documento foi apresentado ao senador Alexandre da Silveira, que coordena o grupo responsável pelos assuntos relativos à infraestrutura no Governo de transição.

O objetivo do documento é colaborar com o Governo de transição e auxiliar na priorização de ações no âmbito do Estado. Além disso, pretende-se indicar projetos e ações em andamento que, na visão do Governo do Estado, devem ter continuidade.

Entre os projetos prioritários elencados estão: a desestatização e concessão do Metrô da Região Metropolitana de Belo Horizonte; a desestatização das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasaminas), associado à concessão dos Mercados Livres do Produtor-MLP; obras de pavimentação e duplicação de rodovias federais no estado; Delegação da BR-365, trecho Patrocínio-Patos de Minas e autorização para estruturação do projeto Patos de Minas a Montes Claros; destinação da outorga da renovação antecipada da Ferrovia Centro-Atlântica S/A - FCA para a construção do ramal Unaí-Pirapora; garantia da licitação da BR-381 e concessão da BR-262; nova concessão da BR-040; manutenção do Marco Legal do Saneamento (lei nº 14.026/2020); manutenção do Marco Legal das Ferrovias e Shortlines, entre outros. 

“Esses e outros projetos são decisivos para o desenvolvimento da infraestrutura mineira”, reforça o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

A íntegra do documento, que também foi protocolado no gabinete de transição no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), pode ser acessada clicando aqui.

]]>
Notícias Tue, 29 Nov 2022 17:22:00 -0200
Força-tarefa para enfrentar o período chuvoso nas estradas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3149-forca-tarefa-para-enfrentar-o-periodo-chuvoso-nas-estradas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3149-forca-tarefa-para-enfrentar-o-periodo-chuvoso-nas-estradas

O Sindicato de Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Minas Gerais (Setcemg), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais (PMRMG), o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) lançam hoje a campanha “Ir e Vir Seguro - no período das chuvas”.

É a primeira vez que a campanha é realizada no estado e o seu objetivo é monitorar os eventos em consequência das chuvas e levar as informações para os parceiros envolvidos para das agilidade às soluções. A campanha será em três etapas, sendo a primeira com blitzes centralizadas em seis regiões, outdoors nas principais saídas da capital, spot de rádio, e divulgação do site com as informações atualizadas (https://setcemg.org.br/) e nos das demais entidades envolvidas.

“Queremos ser pró ativos. Como estamos nas estradas a todo momento, estamos organizando e articulando com os órgãos responsáveis pela segurança e trafegabilidade de nossas estradas, formas de oferecer informações atualizadas para toda a população sobre as condições das rodovias e ações educativas para a prevenção”, explica o presidente do Setcemg, Gladstone Lobato.

Os testes e números em rodovias nacionais e internacionais mostram que os acidentes de trânsito crescem cerca de 25% em períodos chuvosos, em relação ao tempo de estiagem, segundo mais de 10 estudos acadêmicos consultados, realizados em universidades brasileiras, americanas, asiáticas e europeias. As chuvas são responsáveis também pelo aumento do número de incidentes físicos nas pistas, a exemplo de buracos, rompimentos de aterros, deslizamentos de barreiras e outros.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) estima 339 mm de chuva em dezembro, 330 mm em janeiro e 177 em fevereiro em Belo Horizonte. No sul de MG, região que mais chove no Estado, a previsão é de 255 mm em dezembro, 319 mm em janeiro e 187 mm em fevereiro. Essas informações de prévias meteorológicas indicam que teremos chuvas acima da média histórica na virada deste ano com o próximo.
 
A segunda etapa da campanha será no início de janeiro e a terceira na semana que antecede o Carnaval. O número de telefone para as informações de ocorrências será o 190, disponibilizado pela Polícia Militar. Durante todo o período, o Setcemg e os parceiros vão manter a comunidade informada com os alertas necessários.

A expectativa é que em prazo máximo de 2 horas as ocorrências de problemas nas vias sejam conferidas pelos policiais militares e federais, pelos departamentos responsáveis pelas rodovias e lançados nas plataformas de informação.

A Gerente de Educação para o Trânsito do DER-MG, Rosely Fantoni, alerta que “os primeiros pingos de chuva liberam óleo e resíduos que se acumulam no asfalto, deixando a pista escorregadia. Por isso, o motorista deve ficar atento ao asfalto para evitar acidentes”. 

DICAS DE COMO DRIGIR COM OS ASFALTO MOLHADO: 
Para evitar a aquaplanagem (deslizamento do carro ao passar por um trecho levemente em alta velocidade: 
- Não andar com pneus carecas; 
- Reduzir velocidade habitual; 
- Manter os pneus calibrados.
 
PRÁTICAS DE DIREÇÃO DEFENSIVA: 
- Transitar com faróis baixos, sob chuva ou neblina; 
- Só ultrapassar se tiver segurança e visibilidade; 
- Manter distância segura do veículo da frente;
- Manter os vidros limpos e as palhetas do limpador de para-brisas em bom estado de conservação 

PROCEDIMENTOS EM CASOS DE ALAGAMENTO: 
- Evite áreas alagadas e nunca tente atravessar os trechos alagados; 
- Se for pego de surpresa, dirija devagar (para evitar que a água danifique o motor) até o local mais alto que tiver e para o veículo até a chuva passar; 
- Se a água subir acima do meio da roda, tranque o veículo e saia do local imediatamente. Procure se proteger longe de postes e árvores.

]]>
Notícias Tue, 29 Nov 2022 14:13:17 -0200
Obras de recuperação do pavimento das rodovias MG-108 e MG-441 avançam na Zona da Mata http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3148-obras-de-recuperacao-do-pavimento-das-rodovias-mg-108-e-mg-441-avancam-na-zona-da-mata http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3148-obras-de-recuperacao-do-pavimento-das-rodovias-mg-108-e-mg-441-avancam-na-zona-da-mata

As obras de recuperação das rodovias MG-108 e MG-441, próximo a Manhumirim, seguem em pleno andamento na Zona da Mata. Os contratos somam 52 quilômetros de recuperação funcional, dos quais 42 quilômetros já estão finalizados.

Parte da equipe já concluiu os serviços de recuperação asfáltica na MG-108, entre o entroncamento com a BR-262, próximo à Martins Soares até o município de Manhumirim. Neste segmento o pavimento está todo recapeado e já foi iniciada a sinalização horizontal, restando, apenas, a instalação das tachas refletivas e o reforço na sinalização vertical.  

No segundo trecho da MG-108, entre Lajinha e o trevo da BR-262, sentido Martins Soares, alguns segmentos já receberam serviços de recapeamento, restando em torno 10 km de obras. Os trabalhos envolvem restauração de toda base, reforço com incorporação de brita e cimento e, posteriormente, o recapeamento, para então ser executado os serviços sinalização horizontal e vertical.

Na MG-441, entre Lajinha até a divisa de Minas e Espírito Santo, as obras estão bem adiantadas. O trecho já recebeu novo pavimento e já foram iniciadas a nova sinalização horizontal. O segmento vai receber, ainda, tachas refletivas e novas placas educativas e de regulamentação. O prazo contratual para execução de todos os serviços é fevereiro de 2023.

A melhoria da infraestrutura viária vai favorecer, sobretudo, o segmento produtor de café, que é a vocação econômica da região, permitindo um acesso mais rápido aos mercados, além de economia em custos logísticos.


Provias

Um dos principais eixos do Provias é a recuperação funcional, com objetivo de promover melhorias no pavimento das estradas em pior estado de conservação. No total, serão 55 obras de recuperação funcional em 1.770 quilômetros da malha rodoviária.


O programa também prevê a pavimentação e construção de pontes, com foco em viabilizar novas ligações entre importantes regiões de Minas Gerais. Neste caso, serão 44 empreendimentos contemplados, que somam cerca de 807 quilômetros.

Os recursos, da ordem de R$ 2 bilhões, são oriundos do Termo de Reparação assinado com a Vale em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Mon, 28 Nov 2022 10:13:37 -0200
DER-MG libera o tráfego no km15, da MG-030, em Nova Lima http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3147-der-mg-libera-o-trafego-no-km15-da-mg-030-em-nova-lima http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3147-der-mg-libera-o-trafego-no-km15-da-mg-030-em-nova-lima

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) concluiu, nesta sexta-feira (25/11), a recuperação e contenção de aterro no quilômetro 15 da rodovia MG-030, em Nova Lima. O tráfego da MG-030 retorna ao normal, com a liberação das duas pistas em cada sentido.

O DER-MG foi o responsável pela elaboração do projeto de engenharia, da licitação os serviços e pela execução da obra. Os recursos, num total de R$495 mil, foram disponibilizados pela prefeitura Nova Lima, que atualmente é a responsável por este segmento da rodovia.

Para resolver o problema no km 15, da MG-030, foi utilizada uma técnica conhecida como muro de gabião, sistema de contenção por meio de uma espécie de gaiola metálica, geralmente produzidas com telas de arame recozido ou galvanizado que são preenchidas com pedras para dar sustentabilidade ao solo.

Mesmo com a liberação do tráfego, o DER-MG vai continuar realizando pequenas intervenções no local até o próximo mês, quando os trabalhos deverão ser concluídos e as pistas voltam ao que eram anteriormente.


Histórico

A erosão do aterro e rompimento a pista de rolamento no km 15 ocorreu em 09 de janeiro de 2022. Na ocasião, o DER-MG sinalizou o local e já iniciou os procedimentos técnicos de elaboração do projeto para recuperação do trecho. Passada esta fase, a obra foi iniciada em 27 de abril.

A MG-030, entre Belo Horizonte e Nova Lima, recebe, diariamente, um fluxo de cerca de 15 mil veículos, sendo 12 mil de carros de passeios, 2 mil motos e outros mil veículos, divididos entre caminhões e veículos de médio porte. Pela rodovia é realizado o movimento pendular da população de Nova Lima que vem e volta das atividades profissionais em Belo horizonte.

]]>
Notícias Fri, 25 Nov 2022 13:19:37 -0200
Seinfra define critérios de distribuição de valores de repasse da União para custeio da gratuidade das pessoas idosas no transporte público http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3146-seinfra-define-criterios-de-distribuicao-de-valores-de-repasse-da-uniao-para-custeio-da-gratuidade-das-pessoas-idosas-no-transporte-publico http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3146-seinfra-define-criterios-de-distribuicao-de-valores-de-repasse-da-uniao-para-custeio-da-gratuidade-das-pessoas-idosas-no-transporte-publico

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) publicou, nesta sexta-feira (25/11), a Resolução nº 042, que dispõe sobre os critérios para a distribuição da assistência financeira em caráter emergencial fornecida pela União ao Estado de Minas Gerais, destinada a auxiliar o custeio da gratuidade das pessoas idosas no transporte público coletivo urbano.

Foram disponibilizados pela União R$120 milhões, por meio da Emenda Constitucional nº 123, dos quais R$104 milhões serão destinados ao Sistema de Transporte Metropolitano e R$16 milhões ao Sistema de Transporte Intermunicipal. A distribuição dos valores, leva em consideração a quantidade proporcional de idosos transportados em cada sistema.

De acordo com o subsecretário de Transportes e Mobilidade da Seinfra, Gabriel Fajardo, a expectativa é que os recursos contribuam para o equilíbrio nos custos operacionais dos sistemas de transportes metropolitano e intermunicipal e, também, impactem no reajuste anual das tarifas.

“Esses valores serão apurados em benefício do equilíbrio econômico-financeiro e da modicidade tarifária. Então, quando formos analisar a revisão tarifária que acontece todo ano levaremos em consideração o valor deste repasse. Nossa expectativa é beneficiar os usuários, possivelmente reduzindo os impactos do valor do reajuste das tarifas para o próximo ano”, explica.

A expectativa é de que o repasse às empresas seja feito no início do mês de dezembro.

Melhorias
A Seinfra vem concentrado esforços para trazer melhorias aos usuários e ao Sistema de Transporte Metropolitano como um todo.

Com a colaboração das empresas concessionárias, está em curso a troca da bilhetagem eletrônica que tornará o serviço digital 100% online, o que vai permitir recargas habilitadas na hora e em tempo real. Também serão disponibilizadas tecnologias de pagamento via PIX e por QR Code.

Outra novidade, que deverá entrar em funcionamento em breve, é a disponibilização de internet WiFi nos ônibus.

Revisão modelo de transporte
Também está em curso um trabalho conjunto do Governo de Minas Gerais com as concessionárias do transporte coletivo metropolitano, mediado por uma mesa técnica instituída pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). O objetivo é propor um novo modelo que permita apuração de maior eficiência do sistema, baseado em um trabalho técnico de consultorias especializadas.

A expectativa é a modernização do sistema, com ganhos de qualidade, agilidade e eficiência dos serviços prestados.

]]>
Notícias Fri, 25 Nov 2022 10:33:03 -0200
DER-MG conclui encabeçamento de ponte na LMG-682, no Vale do Jequitinhonha http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3145-der-mg-conclui-encabecamento-de-ponte-na-lmg-682-no-vale-do-jequitinhonha http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3145-der-mg-conclui-encabecamento-de-ponte-na-lmg-682-no-vale-do-jequitinhonha

O Governo de Minas, por meio do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), finalizou as obras de encabeçamento da ponte sobre o Rio Norte, no km 19,10, da rodovia LMG-682, no perímetro urbano da cidade de Machacalis, no Vale do Jequitinhonha. A obra coloca fim a antigo problema de circulação em meia pista, que se arrastava há quase uma década.

A ponte foi alargada em 2013. Porém, o encabeçamento, ou seja, o aterro nas cabeceiras da ponte para nivelar na altura da rodovia, não foi executado naquela ocasião.

Com o passar do tempo, construções de casas de alvenaria foram erguidas, próximas à ponte, o que impedia a finalização da obra, devido à necessidade de acordos de desapropriação.

Por este motivo, o acesso à ponte era realizado somente em meia pista, o que tornava a travessia perigosa e colocava em risco os usuários da via, em função de um desnível de mais de quatro metros de altura.

Resolvido os problemas de uso e ocupação do solo, o DER-MG concluiu o trabalho de encabeçamento da estrutura de concreto, na segunda quinzena de novembro, e o tráfego no local finalmente está liberado em duas pistas.

A LMG-682 possui 45 quilômetros de extensão e liga os municípios de Águas Formosas, Machacalis e Bertópolis. A ponte concluída é o acesso principal de saída e de entrada para as cidades vizinhas e comunidades rurais.

]]>
Notícias Wed, 23 Nov 2022 13:45:47 -0200
Recuperação funcional das rodovias MG-409 e MG-105 avançam no Vale do Mucuri http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3144-recuperacao-funcional-das-rodovias-mg-409-e-mg-195-avancam-no-vale-do-mucuri http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3144-recuperacao-funcional-das-rodovias-mg-409-e-mg-195-avancam-no-vale-do-mucuri

A recuperação funcional do trecho da MG-409, que liga o entroncamento da BR-116 a Pavão, passando por Novo Oriente, e, também, a recuperação da MG-105, que é e a continuação da via até o município de Águas Formosas, ambos no Vale do Mucuri, seguem em execução.

De acordo com o projeto executado por meio do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), 121,9 quilômetros das rodovias vão passar por melhorias, dos quais 61 quilômetros já receberam novo pavimento asfáltico, restando, apenas, os serviços de drenagem e sinalização vertical e horizontal.

Na MG-409 os serviços atingiram um percentual de 70% de pista restaurada. As equipes do DER-MG se concentram, neste momento, nos 15,3 quilômetros restantes de pista da MG-409 com serviços de recuperação da base, reciclagem de pavimento antigo com adição de brita e cimento para, em seguida, ganhar nova capa de asfalto.

Já no segmento da MG-105, as obras já atingem um percentual de 30% de trabalho de preparação da pista para receber um novo pavimento.

Iniciadas em abril deste ano, as obras têm previsão de conclusão até o segundo semestre de 2023, conforme prazo contratual. No entanto, em função do ritmo das atividades, o cronograma poderá ser antecipado.

O investimento é de R$ 51,93 milhões, por meio do Provias, maior pacote de melhorias rodoviárias da última década, do Governo de Minas.



Provias

Com mais de R$ 2 bilhões em investimentos, o Provias vai requalificar trechos da malha mineira com obras de pavimentação, construção de pontes e recuperação funcional das rodovias.


O programa também trará reflexos econômicos positivos para o estado. A expectativa é que sejam gerados 8 mil empregos diretos e 24 mil indiretos com a execução das obras.

Os recursos para as obras foram obtidos a partir do Acordo Judicial firmado em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Tue, 22 Nov 2022 15:50:49 -0200
Seinfra participa de seminário para discutir oportunidades de desenvolvimento do setor ferroviário no estado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3143-seinfra-participa-de-seminario-para-discutir-oportunidades-de-desenvolvimento-do-setor-ferroviario-no-estado http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3143-seinfra-participa-de-seminario-para-discutir-oportunidades-de-desenvolvimento-do-setor-ferroviario-no-estado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) participou, nesta segunda-feira (21/11), do primeiro seminário do Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico Ferroviário de Minas Gerais (NDF/MG), coordenado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). O evento discutiu as oportunidades de atuação e parceria para o desenvolvimento científico e de inovação tecnológica do setor ferroviário em Minas Gerais.

Durante a abertura do seminário, a superintendente de Transporte Ferroviário da Seinfra, Vânia Cardoso, destacou os investimentos realizados pelo Governo de Minas no setor e lembrou que o estado, além de ter a maior malha ferroviária, também conta com a atuação das maiores empresas da área no país e abriga as duas únicas fábricas de locomotivas da América Latina, sediadas nas cidades de Sete Lagoas e Contagem.

“Acreditamos neste projeto e que Minas Gerais tem tudo para ser o celeiro de tecnologia do setor ferroviário. Nesse momento, está em tramitação um aditivo ao convênio que vai permitir a entrada de mais dez instituições de ensino ao projeto, fortalecendo sua base e propiciando seu crescimento de forma estruturada”, disse.

O presidente da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado estadual João Leite, enfatizou o trabalho do Governo de Minas de criar marcos regulatórios que valorizem a memória e a vocação ferroviária do estado, assim como o transporte como alternativa eficiente e segura.

Para o reitor da UFV, Demetrius David da Silva, a Universidade está pronta para agregar ciência, tecnologia e inovação, por meio de uma atuação transversal, e contribuir nessa parceria com o apoio do estado.

Durante todo o dia, os inscritos no evento participaram de mesa-redonda, palestras e apresentações de trabalhos técnicos.

Núcleo de Desenvolvimento Ferroviário

O Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico Ferroviário de Minas Gerais (NDF/MG) é resultado de um convênio para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, firmado em 2021, entre o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), das universidades federais de Viçosa e de São João del-Rei e do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais.

O objetivo é desenvolver pesquisas na área de transporte ferroviário, além de buscar a atualização permanente dessa tecnologia para garantir parcerias com empresas e instituições que atuam no setor.

A criação do NDF contou com aportes de R$ 745 mil, do orçamento da Seinfra, oriundos de emendas parlamentares indicadas pelos deputados estaduais João Leite e Roberto Andrade, membros da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
Além disso, um aditivo ao convênio prevê o aporte de aproximadamente R$ 600 mil oriundos do orçamento da Seinfra e da Fapemig.

Investimentos

Hoje, Minas é o Estado brasileiro mais preparado para receber investimentos, no curto e médio prazo, dentro do modal ferroviário. Não por acaso, a maior malha ferroviária do país, com cerca de 5 mil quilômetros está em solo mineiro e cruza nada menos do que 180 municípios.

A posição geográfica privilegiada de Minas, que conecta as regiões Norte e Sul do Brasil, também é um diferencial competitivo para potencializar o escoamento da produção de grãos e minerária nos maiores complexos portuários do Sudeste.

]]>
Notícias Tue, 22 Nov 2022 10:00:47 -0200
Recuperação da AMG-4015, em Ipaba, no Vale do Rio Doce, está com 90% dos trabalhos concluídos http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3142-recuperacao-da-amg-4015-em-ipaba-no-vale-do-rio-doce-esta-com-90-dos-trabalhos-concluidos http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3142-recuperacao-da-amg-4015-em-ipaba-no-vale-do-rio-doce-esta-com-90-dos-trabalhos-concluidos

A recuperação dos cinco quilômetros da AMG-4015, entre a BR-458 e o município de Ipaba, no Vale do Rio Doce, chega à fase final de obras, com avanço físico de 90% de serviços executados. O trecho integra o Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década do Governo de Minas.

Operários e máquinas do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) já removeram a camada superior do pavimento, que estava desgastado, e aplicaram nova capa asfáltica. A rodovia vai receber, ainda, uma nova sinalização horizontal e vertical, que deverá ser concluída até próximo mês.
Os investimentos na recuperação do segmento são de R$1,2 milhão.

Provias

Com mais de R$ 2 bilhões em investimentos, o Provias vai requalificar trechos da malha mineira com obras de pavimentação, construção de pontes e recuperação funcional das rodovias.

O programa também trará reflexos econômicos positivos para o estado. A expectativa é que sejam gerados 8 mil empregos diretos e 24 mil indiretos com a execução das obras.

Os recursos para as obras foram obtidos a partir do Acordo Judicial firmado em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

Recuperação Funcional

A recuperação funcional de rodovias tem como objetivo restabelecer as condições iniciais do pavimento, recuperando assim suas funcionalidades. Trata-se de uma manutenção preventiva, feita antes de ocorrer o desgaste total, adiando a necessidade da realização de restauração.

O serviço é realizado em três etapas, a começar com o tapa-buraco e remendos profundos, dependendo do caso, além do reperfilamento ou fresagem (colocação de uma nova camada de asfalto para nivelar e corrigir) do pavimento.

Em seguida, é aplicada uma camada de revestimento asfáltico. O revestimento asfáltico é a camada superior destinada a resistir diretamente às ações do tráfego e transmiti-las de forma atenuada às camadas inferiores, impermeabilizando o pavimento, além de melhorar as condições de rolamento.

A obra é finalizada com a pintura da sinalização horizontal, implantação de tachas refletivas no eixo e bordos, além da revisão da sinalização vertical com colocação de novas placas e o reestabelecimento dos dispositivos de drenagem.

]]>
Notícias Mon, 21 Nov 2022 14:02:45 -0200
Ligação entre São João da Ponte e Capitão Enéas passa por manutenção no Norte de Minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3141-ligacao-entre-sao-joao-da-ponte-e-capitao-eneas-passa-por-manutencao-no-norte-de-minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3141-ligacao-entre-sao-joao-da-ponte-e-capitao-eneas-passa-por-manutencao-no-norte-de-minas

As equipes do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) trabalham na manutenção e conservação da rodovia LMG-631, entre São João da Ponte e Capitão Enéas, no Norte de Minas.

Os serviços tem como finalidade minimizar os impactos do período chuvoso na rodovia, que não é pavimentada.

No momento, estão sendo realizados serviços de patrolamento e aplicação de material asfáltico fresado e de cascalho em pontos críticos ao longo dos 60 km da via. Os materiais são oriundos das obras da concessionaria ECO-135, em Montes Claros, e de jazidas licenciadas pela Prefeitura de São João da Ponte.

Os serviços de manutenção devem perdurar por todo o mês de novembro. Até o momento já foram aplicados mais de 3 mil metros cúbicos de material asfáltico fresado na rodovia, o que contou com um investimento de aproximadamente R$ 300.000,00.

As melhorias foram uma conquista das comunidades situadas ao longo da rodovia, que solicitaram ao Diretor-Geral do DER-MG, Rodrigo Tavares, melhorias no trecho. O departamento planeja, ainda, contratar o projeto de pavimentação da ligação entre os dois municípios.

]]>
Notícias Thu, 17 Nov 2022 13:25:14 -0200
Governo de Minas Gerais publica edital do terceiro lote do Programa de Concessões Rodoviárias http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3140-governo-de-minas-gerais-publica-edital-do-terceiro-lote-do-programa-de-concessoes-rodoviarias http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3140-governo-de-minas-gerais-publica-edital-do-terceiro-lote-do-programa-de-concessoes-rodoviarias

Depois de assinar o contrato de concessão dos dois primeiros lotes do Programa de Concessões Rodoviárias, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) e com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), publica, nesta quinta-feira (17/11), o edital do lote 3 (Varginha-Furnas). Com um total de 432,8 quilômetros, as vias estão localizadas entre São Sebastião do Paraíso e Três Corações, contemplando 22 municípios. O leilão está previsto para 8 de março de 2023, na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo. Para acessar o edital clique aqui.

O lote demandará investimentos estimados em R$ 2,6 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão, sendo R$ 1,3 bilhões nos oito primeiros anos, incluindo trechos de duplicação. A expectativa é que os recursos ampliem a segurança e o conforto nas vias, com a inclusão de serviços para os usuários, como socorro mecânico, atendimento médico, combate a incêndios e apreensão de animais.

O vencedor do leilão deverá realizar a duplicação de trecho de aproximadamente 8 km da MGC-491, entre Varginha e Três Corações, a implantação de cerca de 30 km de faixas adicionais e de 236 km de acostamentos, além da execução de diversos dispositivos nas interseções rodoviárias. A concessionária também ficará responsável pelos serviços de operação, manutenção e conservação dos trechos ao longo dos 30 anos de contrato.

Vale destacar que a concessionária deverá que realizar inventário de emissões de gases de efeito estufa anualmente com metas voluntárias de redução de emissões. Também será desenvolvido plano de implantação de estruturas para gestão de recursos naturais e eficiência energética e análise de risco de desastres naturais e mudanças climáticas.

“A concessão do terceiro lote do Programa de Concessões Rodoviárias vai permitir a melhoraria da condição de trafegabilidade em mais de 400 quilômetros de rodovias no trecho Varginha-Furnas. Uma transformação que há muito tempo é esperada pela região e que finalmente poderá se tornar uma realidade”, analisa o Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

Avanços

Nos últimos quatro anos Minas Gerais expandiu seu portfólio de concessões e PPPs e se tornou o Estado brasileiro com o maior número de projetos dessa natureza realizados em uma única gestão.  

Desde 2019, 15 projetos foram estruturados e dez viabilizados somando mais de R$ 20 bilhões em investimentos. Para efeito de comparação, entre 2003 e 2018, apenas nove projetos foram elaborados.

Na atual gestão, vale destacar a concessão do Aeroporto da Pampulha, do Tergip, do Mineirinho e dos Parques Estaduais da Rota Lund. Na área rodoviária, além dos lotes do Triângulo Mineiro e Sul de Minas, foi realizado o leilão do Rodoanel Metropolitano e destravado o processo da MG-424.

Para coroar a série de projetos bem-sucedidos, o tão aguardado leilão para concessão do metrô da RMBH também já tem data marcada: dia 22 de dezembro, na B3, em São Paulo. Ainda em dezembro, estão previstos leilões de mais dois Parques Estaduais (Ibitipoca e Itacolomi) e da Ceasa Minas, em parceria com o Governo Federal.

Estruturação

O projeto de estruturação da concessão do lote 3 teve início em maio de 2020, quando o BNDES, mediante licitação, contratou o consórcio formado pela Future ATP, LOGIT, JGP e pelo escritório Queiroz Maluf para dar apoio à elaboração dos estudos. Eles englobam a projeção da demanda de tráfego e dos investimentos necessários para o horizonte de 30 anos, a avaliação econômico-financeira do projeto e de seus impactos socioambientais, além da elaboração das minutas do edital e do contrato de concessão.

Programa de Concessões Rodoviárias

Em sua totalidade, o Programa de Concessões Rodoviárias prevê a modelagem de outros lotes, que abrangem aproximadamente 2,5 mil quilômetros, beneficiando diretamente mais de 5 milhões de pessoas.

A expectativa do Governo de Minas é que sejam atraídos mais de R$ 11 bilhões em investimentos privados para a ampliação de capacidade e recuperação das rodovias, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

Além disso, o Programa de Concessões Rodoviárias vai melhorar a qualidade das rodovias do estado, impactando diretamente na redução dos acidentes e segurança dos usuários.

]]>
Notícias Thu, 17 Nov 2022 07:41:45 -0200
Obras na MG-190, entre Abadia dos Dourados e Uberlândia, estão com 97% dos trabalhos concluídos http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3139-obras-na-mg-190-entre-abadia-dos-dourados-e-uberlandia-estao-com-97-dos-trabalhos-concluidos http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3139-obras-na-mg-190-entre-abadia-dos-dourados-e-uberlandia-estao-com-97-dos-trabalhos-concluidos

As obras de recuperação da MG-190, no trecho entre Abadia dos Dourados ao entroncamento da BR-365 para Uberlândia, estão na fase de conclusão. O avanço físico das intervenções já atinge 97% de obras concluídas.

As equipes do DER-MG já finalizaram as etapas de pavimentação e conservação. Os trabalhos, neste momento, estão concentrados na sinalização horizontal e nos serviços de drenagem da pista, o que já foi realizado em um quarto de todo trecho.

Além disso, a rodovia vai receber reforço na sinalização vertical com a instalação de placas educativas de regulamentação e de advertência, previstas para até o final de novembro.

São 58,3 quilômetros totalmente recuperados em uma das principais ligações do Triângulo Mineiro com o Alto Paranaíba.

Com investimento de mais de R$40 milhões, esta é mais uma melhoria contemplada pelo Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década do Governo de Minas.

Provias

Lançado em 4 de abril pelo Governo de Minas, o Provias contará com R$ 2 bilhões que serão investidos em 99 intervenções em rodovias de todas as regiões do estado.

As intervenções visam reverter a situação precária em que se encontram muitas rodovias mineiras devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores na manutenção das estradas.

Os recursos para as obras foram obtidos a partir do Acordo Judicial firmado em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

Recuperação Funcional

A recuperação funcional de rodovias tem como objetivo restabelecer as condições iniciais do pavimento, recuperando assim suas funcionalidades. Trata-se de uma manutenção preventiva, feita antes de ocorrer o desgaste total, adiando a necessidade da realização de restauração.

O serviço é realizado em três etapas, a começar com o tapa-buraco e remendos profundos, dependendo do caso, além do reperfilamento ou fresagem (colocação de uma nova camada de asfalto para nivelar e corrigir) do pavimento.

Em seguida, é aplicada uma camada de revestimento asfáltico. O revestimento asfáltico é a camada superior destinada a resistir diretamente às ações do tráfego e transmiti-las de forma atenuada às camadas inferiores, impermeabilizando o pavimento, além de melhorar as condições de rolamento.

A obra é finalizada com a pintura da sinalização horizontal, implantação de tachas refletivas no eixo e bordos, além da revisão da sinalização vertical com colocação de novas placas e o reestabelecimento dos dispositivos de drenagem.

]]>
Notícias Wed, 16 Nov 2022 14:09:16 -0200
Governo de Minas assina concessão de rodovias do Triângulo Mineiro e Sul de Minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3138-governo-de-minas-assina-concessao-de-rodovias-do-triangulo-mineiro-e-sul-de-minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3138-governo-de-minas-assina-concessao-de-rodovias-do-triangulo-mineiro-e-sul-de-minas

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), assinou nesta quarta-feira (16/11) os contratos de concessão de rodovias dos Lotes 1 (Triângulo Mineiro) e Lote 2 (Sul de Minas). O acordo foi selado com o Consórcio Infraestrutura MG, vencedor das duas licitações, que ficará responsável por executar obras e melhorias nas vias estaduais.

A ação faz parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo de Minas. A iniciativa também prevê a modelagem de outros lotes, que abrangem aproximadamente 2,5 mil quilômetros, beneficiando diretamente mais de 5 milhões de pessoas.

A expectativa do Governo de Minas é que, com o programa, sejam atraídos mais de R$ 11 bilhões em investimentos privados para a ampliação de capacidade e recuperação das rodovias, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do estado. Com a melhoria da qualidade das estradas mineiras, haverá também impacto direto na redução dos acidentes e segurança dos usuários.

Nova era

O acordo foi formalizado durante a coletiva à imprensa concedida pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, nesta quarta-feira, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

Em participação por vídeo, o governador Romeu Zema ressaltou que as concessões marcam o início de uma nova era para as rodovias dessas duas regiões do estado.

“Esses dois lotes vão contar com investimento de R$ 5 bilhões ao longo do contrato de 30 anos. Deste total, R$ 2,4 bilhões serão investidos nos primeiros oito anos. Serão ampliados o conforto e segurança nas vias e a inclusão de serviços para os usuários”, disse o governador.

“Nos últimos quatro anos nosso governo estruturou o maior programa de concessões já realizado em uma única gestão. Já concluímos ações como o Rodoanel, o Mineirinho e o Terminal Rodoviário. E, ainda neste ano, vamos lançar a concessão do Lote 3 e teremos o leilão tão aguardado do metrô de Belo Horizonte. Minas está voltando para os trilhos”, acrescentou Romeu Zema.

Concessões lotes 1 e 2

O grupo, formado pelas empresas Equipav e Perfin, será responsável pela operação, manutenção, ampliação da capacidade e melhoria do nível de serviço dos trechos do sistema rodoviário pelo prazo de 30 anos.

“Com as duas concessões, o Governo de Minas conseguiu resolver problemas históricos de rodovias federais que foram delegadas ao estado para que pudessem ser incluídas no programa de concessões e receber, assim, todas as melhorias necessárias. É o caso da BR-365 e BR-452, no Triângulo Mineiro, e da BR-459, no Sul de Minas”, destacou o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, que conduziu a coletiva à imprensa.

Melhorias

O lote Triângulo Mineiro possui 627,4 quilômetros de rodovias. Os trechos estão localizados entre as cidades de Uberlândia, Uberaba, Patrocínio e Araxá.

A concessionária será responsável pela duplicação de 36,1 quilômetros e implantação de 55 quilômetros de faixas adicionais, além de 353 quilômetros de acostamento, 52 dispositivos de interseção e rotatórias, três travessias de pedestres, 39 adequações de Obras de Arte Especiais, 13 quilômetros de pavimentação, entre outros.

O lote Sul de Minas possui 454,3 quilômetros e abrange trechos das rodovias CMG-146, MG-173, MG-290, MG-295, MG-455, BR-459, MG-459 e LMG-877.

A previsão é a de que sejam feitos, nos 24 primeiros meses de contrato, investimentos de caráter emergencial nas rodovias, melhorando as condições de tráfego e segurança. Ao final dos seis primeiros anos de concessão, todos os trechos concedidos deverão atender aos parâmetros técnicos especificados no projeto.

“É com imenso orgulho que damos esse importante passo para gestão e operação dos dois lotes de concessões de rodovias, que contribuirão muito para o desenvolvimento socioeconômico sustentável das regiões do Triângulo Mineiro e do Sul de Minas”, afirmou o diretor do Consórcio Infraestrutura MG, José Carlos Cassaniga.

Balanço de ações

Na coletiva, o Governo do Estado ainda apresentou um balanço dos projetos e ações de infraestrutura nos últimos quatro anos. De 2019 a 2022, Minas Gerais expandiu seu portfólio de concessões e PPPs e se tornou o Estado brasileiro com o maior número de projetos dessa natureza realizados em uma única gestão.

Desde 2019, 15 projetos foram estruturados e dez viabilizados, somando mais de R$ 20 bilhões em investimentos. Para efeito de comparação, entre 2003 e 2018, apenas nove projetos foram elaborados.

Na atual gestão, vale destacar a concessão do Aeroporto da Pampulha, do Tergip (terminal rodoviário de BH), do Mineirinho e dos Parques Estaduais da Rota Lund. Na área rodoviária, além dos lotes do Triângulo Mineiro e Sul de Minas, foi realizado o leilão do Rodoanel Metropolitano e destravado o processo da MG-424.

Na coletiva, foram detalhados, ainda, perspectivas de ações e projetos para a sequência da gestão. Nas próximas semanas, por exemplo, será lançado o edital do terceiro lote do Programa de Concessões Rodoviárias, com mais de 400 quilômetros de estradas no trecho Varginha-Furnas.

Outro destaque entre os projetos é a definição da data de realização do tão aguardado leilão para concessão do metrô da RMBH: será em 22/12, na B3, em São Paulo. Ainda em dezembro, estão previstos leilões de mais dois Parques Estaduais (Ibitipoca e Itacolomi) e da Ceasa Minas, em parceria com a União.

Íntegra

A entrevista coletiva sobre balanço dos projetos de infraestrutura realizados pelo Governo de Minas e das ações previstas para a sequência da gestão foi transmitida em tempo real. O conteúdo poder ser conferido, na íntegra, no link a seguir.

https://youtu.be/OOo8HFFoQ1A

]]>
Notícias Wed, 16 Nov 2022 11:59:58 -0200
Governo de Minas homologa concessão da rodovia MG-424, na região Metropolitana de Belo Horizonte http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3137-governo-de-minas-homologa-concessao-da-rodovia-mg-424-na-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3137-governo-de-minas-homologa-concessao-da-rodovia-mg-424-na-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), publicou no Diário Oficial do Estado do último sábado (12/11), a homologação da licitação da rodovia MG-424, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A partir de agora, será contado o prazo de 90 dias para assinatura do contrato com o consórcio Previcon, vencedor da concorrência. Já há sinalização, no entanto, de que o prazo será adiantado para que as melhorias na rodovia já se iniciem nos primeiros meses de 2023.

A retomada do processo foi possível após um esforço do Governo de Minas em restabelecer o diálogo com prefeituras e com o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG), onde o projeto de concessão da MG-424 estava paralisado desde 2018.

A abertura dos envelopes das propostas econômicas foi realizada em 15 de julho, quando foi conhecido o consórcio vencedor, que apresentou o valor de R$ 406 milhões pela concessão, o qual foi atualizado para R$ 591 milhões.

Segmento

O segmento concedido possui 51 quilômetros de extensão e vai da rodovia MG-010, em Vespasiano, até a entrada de Sete Lagoas. O trecho passa, também, pelos municípios de São José da Lapa, Pedro Leopoldo, Confins, Matozinhos e Prudente de Morais.

A requalificação da MG-424 é uma forma de atrair novos investimentos para diversos municípios da área central do Estado, além de possibilitar acesso mais rápido ao Aeroporto de Confins.

A previsão é que sejam investidos mais de R$ 457 milhões em obras e melhorias que vão trazer benefícios para as cidades, severamente afetadas pelo volume de carretas e veículos pesados que trafegam na região.

"A partir de agora, com a empresa já homologada e adjudicada, vamos iniciar um processo mais próximo de análise dos pedidos das prefeituras, para já iniciarmos todas as melhorias na rodovia imediatamente", afirma o Subsecretário de Transportes e Mobilidade, Gabriel Fajardo

Dentre outras intervenções, o contrato, com 30 anos de duração, prevê a construção do contorno de Matozinhos e de Prudente de Morais; a duplicação de 12,7 quilômetros de rodovia; a construção 29,6 quilômetros de faixas adicionais; a construção de 10,2 quilômetros de acostamento; 19 melhorias de acessos, duas passarelas, 25 rotatórias alongadas, 6 trevos completos e 32 paradas de ônibus.

Serviço

Também está previsto em contrato a implantação do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU), que funcionará 24 horas por dia, e vai oferecer atendimento médico de emergência, socorro mecânico, combate a incêndios, apreensão de animais na faixa de domínio e sistema de registro de reclamações e sugestões.

Com a concessão, a expectativa é que sejam gerados mais de 230 empregos diretos e mais de R$500 milhões em impostos para os municípios da região, para o Estado e para a União.

]]>
Notícias Mon, 14 Nov 2022 12:39:34 -0200
Pavimentação da LMG-865, entre Limeira do Oeste e Chaveslândia, já tem 30% dos serviços executados http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3136-pavimentacao-da-lmg-865-entre-limeira-do-oeste-e-chaveslandia-ja-tem-30-dos-servicos-executados http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3136-pavimentacao-da-lmg-865-entre-limeira-do-oeste-e-chaveslandia-ja-tem-30-dos-servicos-executados

As obras de pavimentação e construção de pontes da rodovia LMG-865, entre Limeira do Oeste e Chaveslândia, no Triângulo Mineiro, já atingiram 30% dos serviços executados.

As intervenções ocorrem no trecho de aproximadamente 23 quilômetros da rodovia que liga Limeira do Oeste, até o trevo de acesso à BR-364, em Chaveslândia. As intervenções fazem parte do Provias, maior pacote de obras rodoviárias de Minas Gerais da última década.

Operários e máquinas já executaram serviços de terraplenagem e sub-base em 13 quilômetros da via e aplicaram a base em 10,93 km. Além disso, os serviços de drenagem da pista com a implantação dos bueiros seguem em vários pontos da estrada.

O trecho que será pavimentado ganhará, também, uma ponte de concreto sobre o Ribeirão Lama, com extensão de 29 metros. O investimento total da obra é de R$ 41,93 milhões e a conclusão está prevista para setembro de 2023, conforme prazo contratual.

A pavimentação da rodovia, que abriga importantes usinas do setor sucroalcooleiro, vai facilitar a ligação com o canal de São Simão, integrando o modal rodoviário com o sistema hidroviário e ferroviário no Pontal do Triângulo.



Provias

Considerado o maior programa de recuperação rodoviário da última década, o Provias, do Governo de Minas, tem como objetivo reverter a situação precária em que se encontram muitas rodovias mineiras devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores na manutenção das estradas. O programa leva mais segurança e investimentos para o estado.

O programa conta com R$ 2 bilhões em investimentos, que estão sendo aplicados em mais de 100 intervenções em rodovias de Norte a Sul do estado.

Dos recursos destinados ao Provias, R$ 1,4 bilhão é originado do Acordo Judicial assinado com o objetivo de reparar danos decorrentes do desastre de Brumadinho, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o estado de Minas Gerais.

Além disso, cerca de R$ 120 milhões têm origem no Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova. O restante é fruto convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras.

]]>
Notícias Wed, 09 Nov 2022 13:20:11 -0200
DER-MG conclui obra de recuperação do pavimento da MG-265, na Zona da Mata Mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3135-der-mg-conclui-obra-de-recuperacao-do-pavimento-da-mg-265-na-zona-da-mata-mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3135-der-mg-conclui-obra-de-recuperacao-do-pavimento-da-mg-265-na-zona-da-mata-mineira

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) concluiu, na segunda quinzena de outubro, a revitalização de 16,2 quilômetros da MG-265, segmento que interliga a BR-482, em Carangola, até o perímetro urbano de Divino, na Zona da Mata.

O trecho passou por micro revestimento asfáltico, técnica que prolonga a vida útil do pavimento e recebeu nova sinalização horizontal e vertical.

As obras, que receberam investimento de R$ 4,56 milhões, fazem parte do Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década do Governo de Minas.

A rodovia MG-265 é um corredor rodoviário que liga as rodovias BR-482 (Carangola) à BR-116, sentido Muriaé e cidades do entorno. Pela rodovia é transportada toda a safra de café da região, sendo o município de Divino uma das referências no cultivo desses grãos. Além disso, pela rodovia transitam muitos veículos das cidades vizinhas com destino à Belo Horizonte e a demais cidades do Estado.

Recuperação Funcional

A recuperação funcional de rodovias tem como objetivo restabelecer as condições iniciais do pavimento, recuperando assim suas funcionalidades. Trata-se de uma manutenção preventiva, feita antes de ocorrer o desgaste total, adiando a necessidade da realização de restauração.

O serviço é realizado em três etapas, a começar com o tapa-buraco e remendos profundos, dependendo do caso, além do reperfilamento ou fresagem (colocação de uma nova camada de asfalto para nivelar e corrigir) do pavimento.

Em seguida, é aplicada uma camada de revestimento asfáltico. O revestimento asfáltico é a camada superior destinada a resistir diretamente às ações do tráfego e transmiti-las de forma atenuada às camadas inferiores, impermeabilizando o pavimento, além de melhorar as condições de rolamento.

A obra é finalizada com a pintura da sinalização horizontal, implantação de tachas refletivas no eixo e bordos, além da revisão da sinalização vertical com colocação de novas placas e o reestabelecimento dos dispositivos de drenagem.


Provias

Considerado o maior programa de recuperação rodoviário da última década, o Provias, do Governo de Minas, tem como objetivo reverter a situação precária em que se encontram muitas rodovias mineiras devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores na manutenção das estradas. O programa leva mais segurança e investimentos para o estado.

O programa conta com R$ 2 bilhões em investimentos, que estão sendo aplicados em mais de 100 intervenções em rodovias de Norte a Sul do estado.

Dos recursos destinados ao Provias, R$ 1,4 bilhão é originado do Acordo Judicial assinado com o objetivo de reparar danos decorrentes do desastre de Brumadinho, que tirou 272 vidas e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o estado de Minas Gerais.

Além disso, cerca de R$ 120 milhões têm origem no Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o Governo de Minas e a Fundação Renova. O restante é fruto convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras

]]>
Notícias Mon, 07 Nov 2022 13:02:50 -0200
Aberta consulta pública sobre a PPP do Novo Socioeducativo em Minas Gerais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3134-aberta-consulta-publica-sobre-a-ppp-do-novo-socioeducativo-em-minas-gerais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3134-aberta-consulta-publica-sobre-a-ppp-do-novo-socioeducativo-em-minas-gerais

Está aberta a consulta pública da PPP do Novo Socioeducativo de Minas Gerais. A iniciativa busca desenvolver um modelo inovador para construção, gestão e atendimento em centros socioeducativos, a ser implementado por meio de parceria público-privada. O projeto foi estruturado com o apoio técnico do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e tem o objetivo de qualificar o atendimento ao adolescente em conflito com a lei, ampliando as chances do rompimento da trajetória infracional.

A consulta pública é uma oportunidade de todos os setores da sociedade conhecerem mais sobre o projeto, tirarem dúvidas e oferecerem suas contribuições. A consulta está publicada no site www.consultapublica.mg.gov.br, canal oficial do estado. Todas as pessoas e organizações interessadas podem contribuir entre os dias 4 de novembro e 14 de dezembro de 2022.

Além disso, no dia 7 de dezembro, ocorrerá a audiência pública de apresentação do projeto à sociedade, a ser realizada na Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais. Quem tiver interesse em participar deve realizar o credenciamento nesta página. O evento ocorrerá em modalidade híbrida, presencial e virtual, e as informações sobre o ambiente online serão compartilhadas futuramente com participantes credenciados.

O Novo Socioeducativo tem como pilares a oferta da educação com inserção no mundo digital e acompanhamento pedagógico contínuo, a formação profissional coerente com as demandas do mundo do trabalho e o atendimento com abordagem individualizada, com rotinas focadas nas necessidades de cada jovem.

O projeto é resultado de uma parceria entre o UNOPS, Governo Federal, CAIXA e o estado de Minas Gerais. O escritório da ONU é responsável pelos estudos técnicos e pela modelagem da parceria.

Novos centros
A PPP do Novo Socioeducativo prevê a construção, gestão e operação de duas novas unidades socioeducativas com capacidade de 90 vagas masculinas nas cidades mineiras de Betim e Santana do Paraíso.

Entre outras atividades, o parceiro privado a ser selecionado no processo será responsável por manter a infraestrutura adequada do centro e pela prestação de serviços aos jovens, como atendimento multidisciplinar, educação, formação profissional e ações para o fortalecimento de vínculos com a família e a comunidade. Todas as ações serão guiadas pelos padrões estabelecidos pela legislação do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A atuação da empresa concessionária será constantemente avaliada por meio de indicadores de desempenho que impactam diretamente na remuneração. Caberá ao poder público a fiscalização da PPP e a gestão da política pública, assegurando o cumprimento dos direitos dos jovens, bem como a garantia da segurança e integridade nas unidades.

A licitação está prevista para ocorrer em março de 2023. Todos os documentos licitatórios já estão disponíveis no site www.consultapublica.mg.gov.br

Conheça mais sobre o projeto:
https://www.youtube.com/watch?v=b4Ac9rMmz8Y

Informações complementares:
http://www.seguranca.mg.gov.br/socioeducativo/novo-socioeducativo-ppp

]]>
Notícias Mon, 07 Nov 2022 10:41:32 -0200
Obras de recuperação e pavimentação da MGC-462 avançam no Triângulo http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3133-obras-de-recuperacao-e-pavimentacao-da-mgc-462-avancam-no-triangulo http://www.infraestrutura.mg.gov.br/transparencia-publica/servidores/stories/3133-obras-de-recuperacao-e-pavimentacao-da-mgc-462-avancam-no-triangulo

As obras de recuperação e pavimentação da rodovia MGC-462, próximo a Perdizes, no Triângulo Mineiro, terão pelo menos quatro quilômetros concluídos ainda este ano.

As intervenções iniciadas em setembro são divididas em duas frentes: 12,6 quilômetros de asfaltamento e 11,4 quilômetros de recuperação funcional do pavimento, o que totaliza 24 quilômetros de melhorias.

No trecho em obras, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) já executou terraplenagem, sub-base e a base está concluída. Além disso, a primeira capa asfáltica já foi finalizada em cerca de 2 quilômetros. A conclusão de todo o trecho está prevista para outubro de 2023.

ICMS Incremental

A obra, que recebe um investimento de aproximadamente R$ 34 milhões é resultado de convênio entre o Governo de Minas e a empresa Bem Brasil, maior fabricante de batata pré-frita congelada da América Latina

Em 2021, o Governador Romeu Zema assinou um decreto que permite a empresas de todos os setores do estado utilizarem até 60% do chamado ICMS “incremental” em obras de infraestruturas viárias, como asfalto, duplicação, pontes, trevos e acessos.

O objetivo da medida é atrair mais empresas para o estado e, ao mesmo tempo, utilizar o crédito outorgado de ICMS para solucionar gargalos de infraestrutura que poderiam ser impeditivos à instalação ou expansão de novos negócios em Minas.

Minas Gerais é o primeiro estado do país a conceder esse benefício. Na atual gestão, R$ 121 bilhões já foram atraídos em novos investimentos privados.

Recuperação Funcional

A recuperação funcional de rodovias tem como objetivo restabelecer as condições iniciais do pavimento, recuperando assim suas funcionalidades. Trata-se de uma manutenção preventiva, feita antes de ocorrer o desgaste total, adiando a necessidade da realização de restauração.

O serviço é realizado em três etapas, a começar com o tapa-buraco e remendos profundos, dependendo do caso, além do reperfilamento ou fresagem (colocação de uma nova camada de asfalto para nivelar e corrigir) do pavimento.

Em seguida, é aplicada uma camada de revestimento asfáltico. O revestimento asfáltico é a camada superior destinada a resistir diretamente às ações do tráfego e transmiti-las de forma atenuada às camadas inferiores, impermeabilizando o pavimento, além de melhorar as condições de rolamento.

A obra é finalizada com a pintura da sinalização horizontal, implantação de tachas refletivas no eixo e bordos, além da revisão da sinalização vertical com colocação de novas placas e o reestabelecimento dos dispositivos de drenagem.

]]>
Notícias Fri, 04 Nov 2022 10:04:48 -0200